You are here
Home > Negócios > Cupons de desconto são uma boa ferramenta para aumentar o faturamento das lojas físicas e no comércio eletrônico

Cupons de desconto são uma boa ferramenta para aumentar o faturamento das lojas físicas e no comércio eletrônico

Já virou rotina receber no smartphone ou no e-mail, mensagens de que foi contemplado com R$ 10, ou com um desconto de 30%, ou ainda com um cupom de compra se fizer alguma aquisição na loja e outras coisas mais. A verdade é que o consumidor está cada vez mais sendo bombardeado, seja através do seu celular, das redes sociais ou de maneira presencial, por códigos de cupons para incentivar o consumo de determinado produto ou empresa.
A estratégia não é nova e a aplicação é bastante abrangente. No passado, era comum destacar cupons de revistas para comprar determinados produtos. Só para se ter uma ideia, o primeiro cupom de desconto foi utilizado pela Coca Cola nos Estados Unidos, em 1988, onde se destacava um código promocional, que era apresentado em estabelecimentos comerciais pelo consumidor, que recebia um desconto na compra de produtos.

Atualmente, a forma de como os cupons de desconto são veiculados mudou, mas, em resumo, se baseia em um código gerado aleatoriamente, ou com caracteres que remetem a algo relacionado a oferta feita, que mediante apresentação em aplicativo, o cliente recebe um desconto na compra. Recentemente tivemos um caso muito divulgado na mídia, que foi o cupom de mil reais da Magazine Luiza, quando por um erro de sistema, o cupom que seria aplicado apenas em compras bem caras, acabou valendo para qualquer produto maior que mil reais. E quem estava de olho acabou comprando aparelhos de TV por menos de cem reais, máquinas de lavar roupa por R$ 200, e assim por diante.

Vantagens

Existem várias vantagens para as empresas oferecerem cupons de descontos e estimularem as vendas. O cupom de desconto, por exemplo, é considerado hoje a melhor ferramenta para alavancar vendas na internet, mas é claro , desde que aplicado corretamente, pois se trata de um incentivo a mais que é fator de decisão para forçar o consumidor a fechar o pedido, com o gatilho mental de que esteja pagando menos e fazendo uma ótima “negociação”.

Outro benefício é o aumento do ticket médio. Como se sabe, uma das maiores dificuldades dos lojistas é fazer com que os clientes gastem mais. O uso do cupom de desconto pode ser um auxílio na estratégia para o aumento do ticket médio. Por exemplo, se uma loja tem um ticket médio de R$ 250, dá para oferecer um cupom de 20% nas compras a partir de R$ 400 e assim por diante. O ideal então é criar cupons e com diversas faixas de desconto atrelado sempre a um valor mínimo de compra.
.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top