You are here
Home > Economia > Empresários protestam contra taxação de energia solar em Curitiba

Empresários protestam contra taxação de energia solar em Curitiba

Um grupo de empresários do setor de energia solar fez uma manifestação simbólica durante a Conferência Smart Energy CI &Expo, que termina nesta quarta (20), no Centro de Eventos da Fiep, em Curitiba. Trajados com camisetas amarelas com detalhes em verde e azul, escrito “Brasil, deixe a energia solar crescer. Taxar o sol, não!”, o grupo assistiu a palestra de abertura do diretor da Aneel, Sandoval Feitosa Neto, que abordou “O papel das energias renováveis e transição energética nas cidades e na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, e questionou a medida 482, que taxa a micro e minigeração distribuída de energia.

Assim que terminou a palestra, a empresária do setor, Liciany Ribeiro, questionou a publicação da Resolução Normativa 482, medida baixada no mês de outubro, que abrange as regras para micro e minigeração distribuída de energia elétrica. Ela garante que as novas regras inviabilizam o setor. “A mudança de discurso nos pegou de surpresa. O investidor que estava querendo entrar no mercado, agora ficará preocupado, pois as regras mudaram no meio do caminho e numa escala muito grande, acima de 60%”, diz. “Se nós tivéssemos chegado a um crescimento de, ao menos, 5%, até poderia se pensar a respeito, mas não chegamos a 1%.(…). A apresentação dele foi muito estética, voltada para o incentivo. Mas, o que esta medida propõe é exatamente o contrário, é taxar quem agora está começando a gerar emprego para o setor e o país precisa crescer”,  afirma.

Em resposta à empresária, o diretor da Aneel comentou que o órgão está aberto para conversar com a sociedade organizada. “Queremos ouvir o que o setor tem a dizer”, comentou Feitosa. A resposta não foi bem aceita. “Não adianta dizer aqui que estão abertos para negociação, não vemos nenhum recuo. O tempo de debate deveria ser amplo, passar seis meses discutindo, mas, não, em 1º de janeiro de 2020 muda tudo”, diz a empresária. A movimento #taxarosol,não!, faz parte de uma campanha encabeçada pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovolcaica.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top