Startup curitibana desenvolve câmara de desinfecção com luz UV-C

Startup curitibana desenvolve câmara de desinfecção com luz UV-C

O avanço do novo coronavírus e as medidas sanitárias e de isolamento estipuladas pelos municípios mudaram a forma de consumo do brasileiro. Com lojas fechadas, o jeito foi recorrer às compras online, que registraram um crescimento de 126,9% no mês de maio. Isso representou 23,8 milhões de pedidos por meio de e-commerces. Os dados fazem parte de uma pesquisa realizada pela Compre&Confie e repercutida pelo Money Times. Delivery, alimentação e supermercado também registraram aumento de procura.

Além dos cuidados pessoais, é necessária atenção redobrada com a desinfecção de todos estes pacotes, sacolas e embalagens que chegam pelos Correios, transportadoras e serviços de delivery. Pensando nisso, a startup curitibana GMT Soluções desenvolveu uma câmara de desinfecção para ser utilizada em condomínios, que usa a tecnologia de luz UV-C (ultravioleta C), que é capaz de dissociar moléculas e as informações genéticas do coronavírus, impedindo que ele se reproduza.

“Queremos garantir aos moradores a sensação de segurança ao entrar em seu prédio, sabendo que suas compras e encomendas não serão o vetor de disseminação do novo coronavírus e outros patógenos que podem pegar carona no transito das mercadorias”, afirma o sócio Will Batista. Hoje, existem no Brasil mais de 500 mil condomínios registrados, que são o grande foco da GMT Soluções.

A startup é pioneira no uso dessa tecnologia germicida aplicada a um ambiente não hospitalar. Os raios ultravioleta germicida já estão sendo utilizados em hospitais para a desinfecção de roupas e equipamentos de proteção individual (EPIs) de médicos e enfermeiros que estão na linha de frente no combate à Covid-19.

Como funciona

A câmara de descontaminação UV-C 800 funciona com a tecnologia UVCâmara de desinfecção germicida, utilizada principalmente para purificação de água. A luz é proveniente de uma lâmpada especial que emite uma frequência de onda (entre 251 e 280 nm) capaz de afetar a estrutura genética do vírus, impossibilitando sua capacidade de reprodução. Ela é confeccionada em aço inoxidável, metal e policarbonato, garantindo durabilidade e robustez ao equipamento.

“O sistema funciona de modo seguro e simples: o produto é inserido no interior da câmara e o processo de desinfecção leva 30 segundos. O funcionamento é similar a um micro-ondas. Ao fim do ciclo de descontaminação o produto pode ser retirado. Se a porta for aberta antes, a câmara para de funcionar imediatamente para garantir a segurança do usuário”, garante Enrique Martinez, que também é sócio da startup.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *