You are here
Home > Franquia > Franquias no modelo home based crescem mais de 10% no primeiro trimestre de 2021

Franquias no modelo home based crescem mais de 10% no primeiro trimestre de 2021

Sem a necessidade de uma unidade física, o modelo home based chamou atenção dos empreendedores no primeiro trimestre deste ano. Segundo dados da Pesquisa de Desempenho do setor de franquias, realizada pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), estas operações tiveram um crescimento e passaram de 7,1% para 10,3%.

Com as restrições de circulação impostas pela crise sanitária, muitas das pessoas que perderam os empregos e tinham uma pequena reserva financeira, viram neste formato enxuto a chance de empreender. Dentro deste modelo, franquias que cabem na mala, formato de negócio no qual o produto ou serviço é facilmente levado até o consumidor pelo próprio franqueado, também se mostraram altamente rentáveis, afinal, com menos pessoas nas ruas, chegar até o cliente foi uma maneira eficiente de manter as vendas.

A Suporte Smart, maior rede de franquias da América Latina em assistência técnica para celulares e venda de acessórios, atualmente está presente em todo o território nacional por meio de lojas físicas ou com microfranqueados que atuam em formato home based. O serviço neste modelo, sem ponto comercial, custa a partir de R$ 8 mil e funciona como delivery, em que o técnico vai até o cliente com uma maleta repleta de equipamentos para consertar o aparelho. Na contramão da economia mundial, a empresa prosperou em 2020 com mais 150 novas operações vendidas e um aumento de 37% na busca pelo serviço da rede. O técnico delivery foi o carro-chefe deste crescimento.

Por sua vez, a Sofá Novo de Novo, que entrou para o franchising em fevereiro do ano passado, também viu o negócio despontar e já contabiliza quase 30 unidades e prevê para 2021 um faturamento de R$10 milhões. A rede de higienização e blindagem de estofados é também formatada para caber numa maleta e pode ser adquirida a partir de R$ 25.900,00. O interessado passa por uma série de cursos de formação e treinamento e logo já passa a operar, com respaldo de prospecção da franqueadora.

Um notebook, facilmente carregado em uma mala ou mochila, pode ser o necessário para operar uma franquia, por exemplo, da rede de publicidade em sacos de pão, PremiaPão. Formatado para atuação home office, toda a operação não depende de uma estrutura física, o que barateia o valor do investimento inicial, que começa a partir de R$ 10 mil. Além do suporte com a diagramação e edição dos anúncios, o franqueado ainda conta com um processo de incubadora, onde ele será acompanhado por 60 dias e receberá todos os treinamentos para melhor gestão e marketing de seu negócio – entre dinâmicas de vendas e treinamento online-, além de contar com o todo apoio da franqueadora após esse período.

Recentemente a rede de cuidadores de idosos, Home Angels, lançou um modelo de negócios home based pensado para pequenas cidades: o Home Angels Express. Neste formato, a atuação do franqueado é home office e o valor de investimento é a partir de R$ 41 mil e há a possibilidade do franqueado, caso seja um profissional da saúde, acumular a função de supervisor, já que, até então, eram profissionais distintos. A rede espera chegar até o final do ano com 50 unidades do novo modelo.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top