Consórcio avança participação no PIB brasileiro de 3,9% para 4,7% em 2021

Consórcio avança participação no PIB brasileiro de 3,9% para 4,7% em 2021

Nos últimos 20 anos, a participação dos ativos administrados de consórcios cresceu 150%, partindo de 3,9% em 2002 para 4,7% no ano passado. Os 4,7% de participação em 2021 são resultado de R$ 412,0 bilhões gerados pelo setor de consórcio sobre o PIB brasileiro de R$ 8,7 trilhões. Isso representa um acréscimo de 20,5% sobre a participação de 3,9% do ano de 2020, ou seja, 0,8 pontos percentuais a mais ante ano anterior, conforme dados da Abac.

Os ativos administrados representam a soma dos valores que serão pagos pelos consorciados mais os valores recebidos por eles e que ainda estão disponíveis para a aquisição de bens e serviços, como carros, motos, casas, festas, procedimentos estéticos e cursos, por exemplo.

Cristina Famano.

“O avanço do setor de consórcio no PIB mostra que o brasileiro está se planejando melhor. Colocando a educação financeira em prática, as pessoas não querem pagar o dobro do valor que as coisas realmente custam. A recente alta de juros, elevando a Selic a patamares recordes de 11,75% ao ano, só reforçam a preferência de se usar o consórcio como forma para tirar o sonho do papel”, explica Cristina Famano, CEO da Eutbem, administradora de consórcios 100% digital.

A proposta da empresa é viabilizar crédito programado para que as pessoas realizem sonhos. “Queremos ajudar as pessoas a terem acesso a recursos financeiros. Para isso, simplificamos o consórcio por meio de uma comunicação transparente, empática e 100% digital. Pelo celular, a pessoa conhece a empresa, tira dúvidas, ingressa no grupo e acompanha até ser contemplada com a carta de crédito”, resume Cristina.

A startup teve aporte inicial de R$ 4 milhões para o desenvolvimento da plataforma e estruturação operacional, até a autorização junto ao Banco Central. A empresa prevê investir R$10 milhões até meados de 2022.
Um dos principais diferenciais da Eutbem é a oferta de consórcio de serviço, já que hoje grande parte dos sonhos das pessoas são desta categoria, como viajar para fora do país, fazer um intercâmbio, pagar uma faculdade ou pós-graduação, realizar uma festa de casamento ou debutante e até mesmo realizar um procedimento estético.
A Eutbem acaba de ampliar o leque e ingressa no setor de consórcios de carros e motos. Para reforçar seu compromisso com as mulheres, a empresa garante 50% de desconto na taxa de administração de qualquer proposta feita pela concorrência. Isso é a garantia de que as mulheres sempre terão a melhor oferta disponível no mercado.
Grande parte das pessoas tem dificuldade de conseguir crédito ou se conseguem é via empréstimos com altas taxas de juros embutidas. A Eutbem não cobra juros, somente uma taxa de administração.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 49 anos na área de jornalismo, sendo 47 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *