Saiba quais são as demandas dos consumidores para o varejo em 2024

Saiba quais são as demandas dos consumidores para o varejo em 2024

A mais recente edição da NRF, a maior feira anual do setor, apresentou várias tendências latentes e ideias para focar este ano. O avanço da IA continuará sendo inegável, em especial para garantir as experiências hiperpersonalizadas e omnichannel que o público exige. A segurança e a privacidade dos dados também se tornarão relevantes, assim como o compromisso real dos varejistas com a sustentabilidade e o cuidado com o planeta.

A Adyen, fintech que oferece pagamento e processamento de dados de ponta a ponta, realizou uma pesquisa que explora as principais tendências de varejo do ano e descobriu que 68% dos consumidores latino-americanos esperam cada vez mais recompensas e experiências personalizadas, sendo que quase metade (48%) gostaria que os comerciantes lembrassem suas preferências e histórico de compras para uma navegação mais individualizada.

As pessoas na América Latina dão muita importância à personalização das ofertas que os varejistas em quem confiamos nos trazem, porque na verdade isso define de quem eles irão escolher comprar, ou não. As tendências globais discutidas este ano na NRF só confirmam esse fato: o futuro é hiperpersonalizado, mas ao mesmo tempo, é necessário tomar cuidado com a privacidade e a segurança da informação.

Atender à alta demanda dos consumidores e atender às expectativas dos consumidores em constante mudança requer o uso inteligente de ferramentas inovadoras que contribuam para otimizar processos e gerar experiências diferenciadas que aprimorem o atendimento ao usuário e, ao mesmo tempo, reduzam custos operacionais, entre outros benefícios.

De acordo com outro estudo realizado pela Oracle Retail, 68% dos consumidores já voltaram às compras nas lojas, o que exige ações dos varejistas para oferecer experiências modernas e perfeitas sem descuidar dos canais digitais. Da mesma forma, aspectos como a escassez de produtos levaram 90% dos consumidores a explorar outras lojas, um desafio que pode ser facilmente superado graças à tecnologia para uma gestão eficiente de estoque e cadeia de suprimentos.

Tendências do setor

1. Experiências 100% personalizadas: de acordo com o relatório da Adyen, um dos principais interesses dos consumidores atuais da região é receber uma experiência 100% personalizada como recompensa por sua preferência pela marca. No entanto, a diferença entre as expectativas dos usuários e o quadro real enfrentado pelas empresas varejistas é evidente, pois cerca de 52% das organizações reconhecem dificuldades em categorizar seus clientes de acordo com suas necessidades e apenas 27% utilizam sistemas de gestão de relacionamento (CRM) para melhorar a personalização de seu atendimento. Por outro lado, apenas um quarto das empresas tem bancos de dados centralizados que integram as vendas de todos os canais e apenas 23% conseguem conectar dados de transações online e na loja. A oportunidade de adotar novas tecnologias e não ficar para trás é eminente.

2. Compras convenientes graças ao omnichannel: em relação ao comportamento do consumidor, 30% dos clientes preferem esperar os descontos chegarem antes de fazer uma compra, enquanto 70% dizem que seriam mais fiéis a um varejista que facilite a compra de itens fora de estoque na loja com a possibilidade de enviá-los diretamente para suas casas, provando que a adaptabilidade omnichannel é a chave para conquistar e fidelizar as pessoas. Agilidade é fundamental.

3. Planejamento inteligente de suprimentos: Por meio da integração de machine learning e Inteligência Artificial, por exemplo, os varejistas podem otimizar seu planejamento de estoque, gerenciar pedidos, receber alertas de eventualidades como alta demanda e inexistência de produtos, além de prever possíveis problemas na cadeia de suprimentos e criar relatórios personalizados com o apoio da IA Gerativa. Antecipe interrupções e seja capaz de ajustar em tempo real.

4. Compromisso real com práticas sustentáveis: De acordo com o estudo No Planet B da Oracle, 70% das pessoas estariam dispostas a não comprar de uma marca que não leva a sustentabilidade a sério. Portanto, avaliar o desempenho abrangente dos fornecedores para se proteger de possíveis inconvenientes relacionados à cadeia de suprimentos ou medir de forma eficiente e programática as próprias métricas não é apenas desejável, mas necessário.

Tecnologia e personalização, a fórmula infalível para o crescimento do varejo em 2024

O contexto econômico incerto da maioria dos países da região, combinados com as expectativas em constante mudança dos consumidores, representam desafios significativos para os varejistas que querem finalmente retomar o caminho do crescimento.

A resposta não é apenas uma, mas uma combinação de fatores que já vínhamos discutindo e que continuarão a definir as regras do jogo para o setor neste novo ano: experiências de compra hiperpersonalizadas, mas não invasivas, alternativas verdadeiramente omnichannel e um compromisso genuíno com os valores que nos mobilizam hoje. Além do uso da inteligência artificial.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *