Marisa inicia venda de consórcios em parceria com a Ademicon

Marisa inicia venda de consórcios em parceria com a Ademicon

Com foco inicial em veículos e serviços, rede varejista lança linhas de crédito de R$ 20 mil a R$ 500 mil

A Marisa, uma das principais varejistas de moda no país, lança em parceria com a Ademicon, maior administradora independente de consórcio do Brasil em créditos ativos, o Consórcio Marisa para a aquisição de veículos e contratação de serviços.

Com a novidade, a Marisa passa a atender a necessidade e apoiar a realização dos sonhos e projetos de vida das mulheres brasileiras com linhas de crédito que vão de R$40 a R$500 mil para a compra de carros, caminhões ou embarcações e de R$20 a R$40 mil para a realização de serviços, entre eles festas e eventos em geral, procedimentos estéticos e médicos, viagens, cursos, intercâmbios, projetos arquitetônicos e de automação e pequenas reformas.

Além do acesso pelo site do Consórcio Marisa,  haverá ainda 150 totens por meio dos quais as clientes Marisa poderão realizar a contratação de consórcios diretamente em lojas da Marisa em diferentes localidades do país. A expectativa é que as 246 lojas da rede tenham um desses totens até o fim do primeiro trimestre de 2024. Futuramente, a jornada de compra também contará com adesão via aplicativo Marisa.

A novidade reforça a estratégia de ampliação do portfólio de produtos e serviços de terceiros disponíveis nos canais de vendas da rede varejista, com a previsão de ampliação de produtos do Consórcio Marisa no futuro.

A Ademicon atua no segmento de consórcios há 33 anos, e o plano de negócios da parceria entre as duas marcas prevê uma geração de receita adicional de cerca de R$30 milhões nos próximos cinco anos para a varejista de moda.

“O lançamento do Consórcio Marisa reforça ainda mais nosso desejo de oferecer às mulheres produtos e serviços complementares que estejam alinhados com as reais necessidades de cada uma. O consórcio incentiva um planejamento financeiro saudável e apoia a realização de sonhos por meio da compra programada, o que pode significar o empoderamento de muitas mulheres brasileiras”, afirma Alexandre Abreu, Diretor Executivo de Operações e Tecnologia.

Simulações do Consórcio Marisa

O Consórcio Marisa não tem juros, nem entrada e os planos contam com parcelas reduzidas até a contemplação da consorciada, momento em que a carta de crédito é entregue para a realização do sonho planejado.

O Consórcio Marisa para veículos conta com parcelas reduzidas a partir de R$ 278,40, por um período de 90 meses para um crédito no valor total de R$ 40 mil.

Quem fizer o Consórcio Marisa para serviços também terá acesso a parcelas reduzidas, com valores a partir de R$ 372,36 para um crédito de R$ 20 mil com pagamento em até 50 meses.

Ferramenta para o empoderamento feminino

“O objetivo da parceria é aproximar o consórcio do universo feminino. A modalidade foi criada para auxiliar as brasileiras a conquistarem seus projetos de vida e terem acesso ao crédito. Para isso, nada melhor que nos associarmos a uma empresa De Mulher pra Mulher, como a Marisa. Sabemos que hoje mais de 48% dos lares do país têm mulheres como chefes de família, segundo dados do IBGE, e queremos ajudá-las a ter uma vida melhor com a possibilidade de adquirirem um carro, uma viagem, um curso ou mesmo um procedimento médico ou estético”, explica Tatiana Schuchovsky Reichmann, CEO da Ademicon.

O Consórcio Marisa integra o modelo de negócio chamado de CaaS Digital (Consortium as a Service), por meio do qual a Ademicon estabelece parcerias com grandes marcas para a comercialização online de cotas de consórcio no formato white label. Uma das características dessa estratégia é a experiência ominichannel do cliente, numa jornada digital e totalmente personalizada.

Segundo dados da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), em 2023, a modalidade apresentou crescimento em diversos indicadores, com destaque para o volume de créditos comercializados, que registrou um avanço de 25,6% em comparação com o mesmo período de 2022 – chegando a R$ 316,70 bilhões. Em todo o Brasil, até o final do ano passado, o sistema registrou mais de 10,29 milhões de consorciados ativos.

Seguindo a evolução positiva do setor, a Ademicon comercializou R$ 18,6 bilhões em créditos em 2023, superando a meta anual de vendas da companhia, o que representa um crescimento de 54% dos R$ 12 bilhões totais comercializados em 2022.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 49 anos na área de jornalismo, sendo 47 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *