Lucro líquido ajustado da Xiaomi em 2023 dispara 126%

Lucro líquido ajustado da Xiaomi em 2023 dispara 126%

Desempenho excepcional realça a agilidade e eficiência em suas operações corporativas

A Xiaomi Corporation, uma empresa fabricante de produtos eletrônicos inteligentes com smartphones e hardwares inteligentes conectados através de uma plataforma da Internet de Coisas (“IoT”) no seu núcleo operacional, anunciou seus resultados consolidados auditados para o ano encerrado em 31 de dezembro de 2023 (“o Período”). Em 2023, as receitas totais do Grupo foram de RMB 271,0 bilhões, enquanto seu lucro líquido ajustado cresceu cerca de 126.3% para alcançar RMB 19,3 bilhões. O aumento no lucro líquido ajustado superou em muito as expectativas do mercado e marcaram o segundo maior nível de rentabilidade desde a listagem do Grupo na Bolsa de Valores.

A divisão de Veículos Elétricos (“EV”) inteligentes e as despesas com outras novas iniciativas aumentaram para RMB 6,7 bilhões (excluindo as despesas com remuneração baseada em ações associadas a EV inteligentes e outras novas iniciativas de RMB0.8 bilhões durante o ano). No quarto trimestre de 2023, a receita total da Xiaomi cresceu por dois trimestres consecutivos, alcançando RMB73.2 bilhões, um aumento de 10.9% ano a ano (“YoY”), e seu lucro líquido ajustado cresceu cerca de 236.1% em termos anuais para RMB4.9 bilhões.

Ao longo de 2023, a Xiaomi executou de forma diligente sua principal estratégia operacional de “ênfase dual em escala e rentabilidade”. Ele também marcou o ano inaugural da estratégia corporativa atualizada do Grupo para o ecossistema inteligente “Você x Seu carro x Seu lar”. Em termos de desempenho corporativo, o primeiro semestre de 2023 viu um acelerado aumento dos lucros, seguido de uma recuperação das receitas no trimestre na segunda metade do ano. Ambos os indicadores refletem a excepcional resiliência e eficiência do Grupo em termos de crescimento de suas operações comerciais.

Quanto ao desenvolvimento do ecossistema, a Xiaomi apresentou seu novo sistema operacional, “Xiaomi HyperOS” e realizou o evento de lançamento da iniciativa Xiaomi EV Technology. O evento de lançamento dos produtos da Série Xiaomi SU7 está programado para 28 de março de 2024, o que deverá enriquecer ainda mais a carteira de ecossistemas do Grupo.

Premiumização impulsiona uma robusta demanda pelos principais modelos de smartphones

No segmento de smartphones, as remessas globais de smartphones da Xiaomi somaram aproximadamente 145.6 milhões de unidades em 2023, com as receitas anuais de smartphones totalizando RMB157.5 bilhões e uma margem de lucro bruta de 14.6%. De acordo com a Canalys, a Xiaomi manteve sua posição de N° 3 em termos de remessas globais de smartphones por três anos consecutivos. No quarto trimestre de 2023, as remessas globais de smartphones do Grupo somaram 40.5 milhões de unidades, um aumento de 23.9% ano a ano.

Enfrentando uma intensa concorrência de mercado, a Xiaomi continuou a abraçar a inovação tecnológica e obteve grandes avanços no mercado de smartphones premium. Em 2023, o preço médio de venda (“ASP”) dos smartphones do Grupo na China continental subiu mais de 19% ano a ano. De acordo com dados de terceiros, a participação de mercado da Xiaomi em termos de vendas de smartphones no segmento de preço de RMB 4.000-RMB 6.000 na China continental chegou a 16.9% em 2023, um aumento de 9,2 pontos percentuais ano a ano. Sua posição no ranking de vendas no mesmo segmento de preço subiu para N° 1 no quarto trimestre. Na China continental, a participação da Xiaomi nas remessas de smartphones premium (modelos com preços no varejo de ou RMB 3.000 ou mais) representou mais de 20% das remessas totais de smartphones do Grupo durante o ano.

Como uma das marcas globais de maior sucesso da China, os smartphones da Xiaomi mantiveram uma sólida posição no mercado global no ano passado. De acordo com a Canalys, em 2023, as remessas de smartphones da Xiaomi estiveram entre as três maiores em 51 paí,ses e regiões do mundo todo, e entre as cinco maiores em 65 países e regiões de todo o mundo. Mais especificamente, as remessas de smartphones da Xiaomi alcançaram a posição N° 2 no Oriente Médio, e N° 3 na América Latina, África e Sudeste da Ásia, com crescimento da sua participação de mercado em todas essas regiões. Seu principal modelo de smartphone obteve ampla aclamação, com a série Xiaomi 14 oferecendo excelente experiência do usuário.

A nova estratégia operacional de varejo da Xiaomi de “integração das vitrines de lojas” já gerou excelentes frutos, com uma significativa melhoria na eficiência de suas lojas de varejo offline. De acordo com dados de terceiros, em todo o ano de 2023, a participação de mercado da Xiaomi nas remessas de smartphones através de canais offline na China continental aumentou para 8,4%.

Número de dispositivos IoT conectados na plataforma AIoT alcançou um nível recorde, e obteve ampla aclamação nos mercados internacionais

Em 2023, as receitas da Xiaomi com produtos IoT e associados ao estilo de vida foram de RMB 80,1 bilhões, e sua margem de lucro bruta chegou a 16,3%, alcançando um nível recorde. Em 31 de dezembro de 2023, o número de dispositivos IoT conectados (excluindo smartphones, tablets e laptops) na plataforma AIoT da Xiaomi chegou a 739.7 milhões, um aumento de 25,5% no ano; o número de usuários com cinco ou mais dispositivos conectados na sua plataforma AIoT (excluindo smartphones, tablets e laptops) chegou a 14,5 milhões, um aumento de 25.3% no ano. O MAU (Monthly Active Users) do Mi Home App do Grupo cresceu para 85.8 milhões em dezembro de 2023.

A Xiaomi continuou a expandir seus cenários para proporcionar uma vida mais inteligente, obtendo continuamente maior reconhecimento global. Enquanto isso, a Xiaomi TV avançou na sua estratégia de premiumização. De acordo com a All View Cloud, em 2023, as remessas da Xiaomi TV ficaram entre as cinco maiores em nível global. Em 2023, os aparelhos domésticos inteligentes de grande porte da Xiaomi mantiveram uma dinâmica de alto crescimento em termos de vendas, com suas receitas crescendo cerca de 40% no ano. As remessas globais de tablets da Xiaomi superaram 5 milhões de unidades, um aumento de mais de 50%.

Em particular, as remessas anuais de tablets da Xiaomi para mercados internacionais dobraram no ano. No setor de produtos vestíveis, a Xiaomi manteve sua posição de líder da indústria através da oferta de uma ampla gama de recursos e uma diversificada carteira de produtos. De acordo com a Canalys, em 2023, as remessas de marcas vestíveis da Xiaomi ocuparam a 2ª posição tanto na China continental quanto nos mercados globais, e suas remessas do fone de ouvido TWS ocuparam a 2ª posição na China continental.

Abraçando a colaboração para impulsionar o crescimento sustentável no segmento de serviços de Internet

Em 2023, os serviços de internet do Grupo alcançaram níveis recordes tanto em termos de receitas quanto da margem de lucro bruta, com as receitas dos serviços de Internet somando RMB 30,1 bilhões e a margem de lucro bruta dos seus serviços de Internet alcançando 74,2%. Beneficiando-se da sua presença global, o MAU da Xiaomi em nível global e na China continental (incluindo smartphones e tablets) totalizou 641,2 milhões e 155,6 milhões, respectivamente.

Em termos de suas parcerias globais, a Xiaomi adota uma abordagem aberta, liberando o potencial de monetização de seus negócios. Em 2023, as receitas com seus serviços de Internet no exterior aumentaram 24,1%, para RMB 8.4 bilhões, alcançando um nível recorde e representando 28% das receitas totais do Grupo com serviços de Internet.

Como a Xiaomi continuou a otimizar a eficiência em toda a sua plataforma, as receitas publicitárias do Grupo chegaram a RMB 20,5 bilhões, um aumento de 11,2% no ano. Juntamente com a promoção da estratégia para premiumização de smartphones, o número de usuários ativos e usuários pagantes da divisão de games do Grupo continuou a crescer, incrementando suas receitas com games para RMB 4,4 bilhões em 2023, um aumento de 7% no ano.

Estabelecendo novas metas para 2020–2030, e se comprometendo a investir em tecnologias fundacionais chave para despontar como líder global em tecnologias de ponta

Em 2023, a Xiaomi anunciou suas novas metas para 2020–2030. O Grupo assumiu o compromisso de realizar investimentos sustentáveis em tecnologias fundacionais, e pretende se tornar líder global no universo em constante evolução das tecnologias de ponta. Em 2023, as despesas da Xiaomi com Pesquisa e Desenvolvimento (“P&D”) foram de RMB 19,1 bilhões, um aumento de 19,2% no ano. Em 31 de dezembro de 2023, o Grupo empregava 17.800 colaboradores na área de P&D, representando 53% dos funcionários.

Em 28 de dezembro de 2023, a Xiaomi anunciou seu primeiro produto EV, a Série Xiaomi SU7, durante o evento de lançamento da iniciativa Xiaomi EV Technology. O evento apresentou as cinco principais tecnologias para EV’s da Xiaomi, marcando o caminho para o sucesso no novo empreendimento da Xiaomi.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *