CNC participa de debates sobre futuro do trabalho em Genebra

CNC participa de debates sobre futuro do trabalho em Genebra

Conferência tem como foco principal o trabalho decente e a economia do cuidado

A 112ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT), promovida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), acontece em Genebra, na Suíça, até o dia 14 de junho. O evento reúne representantes de governos, trabalhadores e empregadores de todo o mundo para discutir temas relevantes para o futuro do trabalho.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) integra a comitiva brasileira e participa ativamente dos debates da conferência, que têm como foco principal o trabalho decente e a economia do cuidado, além dos princípios e direitos fundamentais no trabalho. Pela primeira vez, haverá um comitê dedicado à discussão dos riscos biológicos, com o objetivo de elaborar uma convenção ou recomendação sobre o tema, em resposta à pandemia da Covid-19.

“A CIT é um evento crucial para o debate sobre o futuro do trabalho e para a determinação de políticas públicas que garantam os direitos dos trabalhadores em todo o mundo. A participação brasileira na conferência é fundamental para defender os interesses do País e contribuir para a construção de um futuro do trabalho mais justo e inclusivo”, afirma José Roberto Tadros, presidente do Sistema CNC-Sesc-Senac.

Tomando parte diretamente nos debates e nas proposições coletivas que tramitam até a elaboração de textos propositivos ao fim da conferência, a CNC atuará como conselheira técnica nas comissões temáticas de informações e relatórios sobre aplicação de convenções e recomendações e de discussão recorrente acerca do objetivo estratégico dos princípios e direitos fundamentais no trabalho.

Os representantes da entidade também vão trabalhar em sincronia com as Confederações da Indústria, Transporte, Agricultura, Saúde e Sistema Financeiro, presentes em Genebra, nas demais comissões de proteção contra riscos biológicos, trabalho decente e a economia do cuidado e revogação de quatro convenções internacionais.

Integram a comitiva brasileira o vice-presidente Financeiro da CNC, Leandro Domingos, os presidentes das Federações Nacionais e Estaduais que compõem o Sistema Comércio, Ladislao Pedroso Monte (AP), Nadim Elias Donato Filho (MG), Maurício Aragão Feijó (MA), Hélio Dagnoni (SC), Antonio Florencio de Queiroz Junior (RJ), James Thorp Neto (Fecombustíveis), o vice-presidente da Fecomércio-SP, Ivo Dall´Acqua Júnior, o diretor Jurídico e Sindical (DJS) da Confederação, Alain MacGregor e a advogada da DJS Luciana Diniz.

Considerando a alternância de representações, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) será a delegada da bancada de empregadores do Brasil na CIT deste ano. A delegação, chefiada pelo vice-presidente da CNA, Gedeão Silveira Pereira, terá como atribuição representar as confederações patronais do País, realizar discurso na sessão plenária e participar das votações.

No dia 12 de junho, a CNC vai oferecer um jantar para os representantes do governo e da bancada patronal, presentes na 112ª Conferência Internacional do Trabalho (CIT).

Sobre a 112º Conferência Internacional do Trabalho

Os delegados governamentais, patronais e trabalhadores dos 187 estados-membros da OIT abordarão uma vasta gama de questões, incluindo a proteção dos trabalhadores contra os efeitos das alterações climáticas e dos riscos biológicos, a economia do cuidado e os princípios e direitos fundamentais no trabalho. A Conferência também elegerá membros do Conselho de Administração da OIT para o mandato 2024-27. Saiba mais no site oficial do evento.

Mirian Gasparin

Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 50 anos na área de jornalismo, sendo 48 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 16 anos de blog, mais de 35 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 20 prêmios, com destaque para o VII Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º e 3º lugar na categoria webjornalismo em 2023); Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *