Empresas de Curitiba atraem investidores

O mercado de aquisição de empresas em Curitiba está bastante aquecido. No ano passado, o número de negócios fechados envolvendo compra e venda de empresas cresceu 30%. Este ano, a demanda pela compra de empresas, principalmente de pequeno e médio portes, está ainda maior, me garantiu o corretor Carlos Santos, do site classif (www.classif.com.br), especializado na intermediação de negócios.

Em alguns setores há um grande número de compradores, mas não há empresas disponíveis para venda em Curitiba. በo caso de concessionárias de veículos. Tem grandes investidores com dinheiro na mão em busca de uma concessionária de veículos, mas nenhum empresário está disposto a se desfazer do seu negócio.

Outro segmento com boa procura é o de estacionamento. Em 2007, um ponto de estacionamento nas ruas centrais de Curitiba podia ser encontrado por R$ 270 mil. Hoje, este mesmo ponto, não incluindo o imóvel, não se compra por menos de R$ 330 mil.   

Muitos investidores que estão em busca da compra de empresas em Curitiba são estrangeiros. Recentemente uma cafeteria no bairro Batel foi vendida a um investidor sueco, que pagou pelo negócio R$ 260 mil.

Já uma das maiores clínicas de estética de Curitiba, localizada no Alto da XV, foi vendida na última segunda-feira (12)por R$ 600 mil.

Outro negócio bastante valorizado é o de água mineral. Como não existe mais autorização para a entrada de novas indústrias de água mineral, quem tem uma empresa deste tipo joga o preço lá em cima. Uma indústria de água mineral de Curitiba está sendo negociada por nada menos do que R$ 21 milhões. Ou seja, mais do que um grande hotel de bandeira internacional, no centro da cidade, que está sendo vendido por R$ 20 milhões.

Soma

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *