You are here
Home > Sem categoria > Setor de TI passa imune á  crise

Setor de TI passa imune á  crise

A crise econômica, desencadeada no segundo semestre do ano passado, que está sendo motivo de pé no freio dos investimentos e na produção de muitos setores, não está sendo sentida pelo setor Tecnologia da Informação (TI). A empresa paranaense  Pelissari Gestão e Tecnologia, líder de mercado em ambiente SAP no Sul do País, vê com otimismo o ano de 2009 para o segmento.

Um dos fatores mais delicados na economia, quando se fala em crise, é a geração de empregos. O mercado de TI tem previsão de contratações. O setor de TI deve gerar 100 mil vagas até o ano de 2011 e 40 mil somente este ano, conforme dados da Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

Outro fator positivo para este mercado foram os dados apontados pela pesquisa da PricewaterhouseCoopers, que divulgou recentemente, o humor dos empresários de 54 empresas do Sul do País, relatados em novembro do ano passado. Dos investimentos para 2009, os entrevistados na pesquisa apontaram o fator Tecnologia como o terceiro maior destino de verbas para este ano.

De acordo com o diretor de Atendimento e Operações da Pelissari, Júlio Sousa, as empresas estão cada vez mais interessadas em implantar e aperfeiçoar os softwares de gestão empresarial para ter um maior poder de decisão na hora de controlar os custos e gerar processos mais eficazes. Um exemplo dessa maior procura por padronizar a gestão por meio de softwares, foi o posicionamento da gigantesca Unilever, que já anunciou que pretende intensificar um programa de redução de custos e padronização dos sistemas de tecnologia da informação, conforme publicação do Reino Unido IDG News Service.

Ainda segundo o IDG, a empresa conseguiu economizar 1,1 bilhão de euros por meio do programa One Unilever Plan, que promoveu melhorias na organização e na cadeia de suprimentos. As ações incluem um plano global de padronização da tecnologia usando plataforma SAP.

Diante disso, a Pelissari Gestão e Tecnologia prevê um crescimento em torno de 20% neste ano, além da ampliação do quadro de funcionários e ampliação da empresa, com inauguração de um escritório no Chile, ainda no primeiro semestre.

Para o presidente da Pelissari, Rudi Pelissari, a empresa está aproveitando este momento para gerar oportunidades de negócios e empregos, com o objetivo também de auxiliar as médias e grandes empresas a reduzir seus custos e estruturar a organização desses clientes para cruzar este peíodo de crise e se preparar para um novo peíodo de crescimento mundial.

Deixe uma resposta

Top