You are here
Home > Sem categoria > Com alíquota maior de IPI, carros e móveis ficam mais caros

Com alíquota maior de IPI, carros e móveis ficam mais caros

A partir de hoje comprar móveis e veículos deverá pesar mais no bolso dos consumidores. በque começam a valer as novas alíquotas do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Para móveis estofados, ou móveis feitos com painéis de madeira, aglomerados de madeira e placas laminadas, o IPI passa para 5%. Mesmo assim, a alíquota ainda está abaixo dos 10% cobrados até novembro do ano passado. Só para se ter uma ideia do que significou a isenção do IPI, nos últimos quatro meses as vendas de móveis aumentaram 14%. Já o governo deixou de arrecadar quase R$ 35 milhões.

A esperança é de que mesmo com a retomada do tributo, os grandes varejistas possam manter os preços dos móveis enquanto durarem os estoques. O aquecimento da construção civil também é um bom termômetro para os negócios. Pois quanto mais casas e apartamentos forem construídos, maior é a demanda por móveis de uma forma geral.

Por outro lado, quem quer comprar um carro a partir desta quinta-feira deve ficar atento. Com a volta total da alíquota do IPI para 7%, os veículos novos devem ficar 2,5% mais caros, segundo cálculos da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Entretanto, algumas concessionárias já apostam em um aumento maior e dependendo do modelo, o reajuste pode ficar entre 3,5% a 7%.

Outro ponto a ser considerado é que os estoques das concessionárias de veículos estão pequenos, ou quase zerados, pois nas últimas semanas o volume de vendas ficou acima do esperado. Então não há como manter os preços dos carros sem alteração a partir deste mês.

Deixe uma resposta

Top