You are here
Home > Sem categoria > Volkswagen completa 15 anos no Paraná e inicia obras para produzir o Novo Golf

Volkswagen completa 15 anos no Paraná e inicia obras para produzir o Novo Golf

volkswagenA unidade da Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba (PR), uma das mais modernas fábricas do Grupo Volkswagen, completará neste sábado (18/1) 15 anos. Desde a sua inauguração, em 18 de janeiro de 1999, o complexo industrial produziu quase 2,3 milhões de veículos para os mercados interno e externo e é referência em qualidade para o setor automotivo. Com os investimentos de R$ 520 milhões anunciados pelo Grupo Volkswagen, no ano passado, para a produção nacional do Novo Golf na unidade paranaense, a fábrica receberá a nova estratégia Modular (MQB) no País, que proporcionará mais flexibilidade à produção. Assim, a fábrica de São José dos Pinhais será a primeira unidade da marca no Brasil a produzir seus veículos com o mais avançado conceito de produção do Grupo Volkswagen.

Modificações foram iniciadas nas áreas produtivas da fábrica para a produção do Novo Golf. O processo produtivo do modelo segue o conceito “Think Blue. Factory.”, que já é utilizado pela unidade paranaense e estabelece uma meta para que todas as fábricas da Volkswagen, no mundo, melhorem em 25% seus indicadores ambientais até 2018, em relação a 2010. O processo de Armação do Novo Golf vai gerar economia de aproximadamente 30% no consumo de energia elétrica, isto através do uso de nova geração de robôs e de pinças de média-frequência.

Produzido na unidade, o Fox BlueMotion foi eleito o “Carro Verde do Ano”, na 47ª edição da premiação  “Carro do Ano 2014”, promovida pela Revista Autoesporte, da Editora Globo, em dezembro. O título levou em conta o compromisso da empresa com o meio ambiente e suas iniciativas de sustentabilidade.

O Fox 1.0L BlueMotion chegou ao mercado em junho de 2013, estreando no País o novo motor de três cilindros 1.0L. Trata-se do motor mais moderno fabricado pela Volkswagen no Brasil, tanto no que diz respeito ao seu processo de produção quanto aos recursos de que dispõe. E justamente por isso, esse propulsor foi considerado o “Motor do Ano até 2.0”. Já o Novo Golf foi eleito o “Carro do Ano 2014”, vencendo outros 16 veículos finalistas.

“A fábrica de São José dos Pinhais e seus colaboradores têm grandes motivos para comemorar este aniversário. Não apenas pelas conquistas dos últimos 15 anos, como o título de ‘Carro Verde do Ano’, para o Fox BlueMotion, em dezembro de 2013, mas também pelo novo ciclo virtuoso de investimentos e expansão que estamos iniciando. Cada vez mais, queremos ser referência em qualidade, sustentabilidade e inovação na produção de veículos”, afirmou o diretor da fábrica da Volkswagen em São José dos Pinhais, Volker Germann.

A unidade da Volkswagen do Brasil em São José dos Pinhais foi inaugurada em 18 de janeiro de 1999. Atualmente emprega aproximadamente 3.250 pessoas, produzindo os modelos Fox, Fox BlueMotion, CrossFox e SpaceFox.

Em 2013, a unidade celebrou o 10º aniversário do lançamento do Fox no Brasil e a marca de 1,5 milhão de Fox produzidos. Pelo 2º ano consecutivo, a unidade recebeu o diploma de reconhecimento no Prêmio “As 100 Maiores Contribuintes de ICMS do Paraná” e também foi reconhecida como a indústria de automóveis mais lembrada no Estado do Paraná e na Capital Paranaense, na 5ª edição do Prêmio IMPAR – Índice das Marcas de Preferência e Afinidade Regional. Na premiação “Parceiros do Ano”, promovida pela instituição Pequeno Cotolengo Paranaense de Curitiba para reconhecer  as empresas que apoiam seus projetos e ações sociais, a Fundação Volkswagen foi reconhecida na categoria “Gestão Cidadã” por apoiar a ampliação do novo espaço do “Bazar da Amizade”, por meio do concurso Volkswagen na Comunidade.

A fábrica se destaca por utilizar tecnologia avançada em todo o seu processo de produção, como a solda a laser e a tinta à base de água na pintura de automóveis, evitando a emissão de solventes, além de possuir um avançado processo de tratamento de efluentes, que trata os esgotos convencionais e industriais.

O reflorestamento da mata nativa é uma das práticas sustentáveis permanentes visando a preservação ambiental. O viveiro dentro do terreno da fábrica produz 10 mil mudas por ano. Mais de 100 mil mudas de espécies nativas foram plantadas desde a inauguração da unidade. Como forma de incentivar a cultura da sustentabilidade ambiental, a unidade inaugurou, em 2012, o “Caminho da Sustentabilidade”, que consiste em um percurso diferente para receber a visita do público externo com destaque às principais ações que resultam em maior eficiência energética e ambiental.

Diversas ações são desenvolvidas pela unidade para garantir que os recursos naturais sejam utilizados com eficiência. Nos escritórios e nas áreas produtivas, um dos destaques é o uso da iluminação natural em grande escala, o que contribui para a redução do consumo de energia e para a melhoria do conforto visual e do bem-estar dos colaboradores. A ampliação do uso de telhas de policarbonato transparentes nas áreas produtivas intensificou a incidência da iluminação natural e economia de energia.

Uma estação meteorológica instalada no prédio da Pintura monitora as variações climáticas como temperatura externa, umidade relativa do ar e volume de chuva. Com os dados, a unidade consegue racionalizar o uso de energia e de gás natural ao controlar de forma precisa a quantidade de água fria ou quente fornecida para a climatização das cabines de pintura automotiva. Em dias quentes, a redução acontece no consumo de gás natural usado para aquecer caldeiras e, em dias frios, na energia elétrica usada nos equipamentos que fornecem água gelada para resfriamento.

A novidade também traz benefícios para a estabilização do processo de pintura automotiva com tinta à base de água. Todo o ambiente das cabines de aplicação de tinta é climatizado e rigorosamente controlado, pois temperatura, umidade, velocidade e fluxo do ar podem impactar diretamente o processo. As cabines de pintura trabalham com temperatura e umidade controladas e não podem sofrer interferências com as variações.

A fábrica do Paraná também conta com um projeto pioneiro para a utilização da energia fotovoltaica no processo produtivo, por meio da instalação de painéis solares no telhado do prédio da Montagem. Com a energia dos painéis, a unidade consegue repor o equivalente ao consumo dos carregadores de baterias dos veículos autoguiados AGV (Automatic Guided Vehicle), utilizados para o transporte e o abastecimento de peças na produção. O sistema instalado, chamado de “on grid”, permite que os painéis solares devolvam energia à rede.

Por conta de inúmeras práticas de conservação ambiental, a Volkswagen em São José dos Pinhais recebeu três vezes o troféu Onda Verde, no Prêmio Expressão de Ecologia, da Editora Expressão, certificado pelo Ministério do Meio Ambiente como um dos mais importantes prêmios ambientais do Sul do País. Em 2012, a empresa foi premiada na categoria “Conservação de Insumos de Produção – Energia” com as ações implementadas para reduzir o consumo de energia. Em 2009, a fábrica foi a vencedora por seu projeto de reflorestamento.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top