You are here
Home > Agricultura > Sicredi vai liberar R$ 9,5 bilhões no Plano Safra 2014/2015

Sicredi vai liberar R$ 9,5 bilhões no Plano Safra 2014/2015

Plano safraO Sicredi registra crescimento constante em valores e em número de operações no Plano Safra. No período 2013/2014, liberou R$ 8,5 bilhões em 185 mil operações, um aumento de 25% e 12% comparado ao ciclo anterior. Também foi registrada manutenção nos índices de inadimplência de crédito rural e recursos direcionados, de 0,22% ao ano, reflexo da natureza cooperativa do negócio. Para o Plano Safra 2014/2015, a instituição financeira cooperativa projeta liberar R$ 9,5 bilhões em crédito rural, em 195 mil financiamentos.

Do total de recursos previstos no Plano Safra 2014/2015, 12% a mais do que no ciclo anterior, o Sicredi irá direcionar R$ 7,5 bilhões para custeio, comercialização e investimento em linhas do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), e voltadas aos demais produtores. Os outros R$ 2 bilhões serão liberados em operações com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

Para o Sicredi no Paraná, os valores previstos são de 2,4 bilhões, sendo 1,9 bilhão voltado ao custeio (Pronaf, Pronamp e demais produtores) e 500 milhões em investimentos. “Planejamos esses valores conforme a necessidade dos associados e a capacidade das cooperativas, buscando sermos assertivos”, afirma o gerente de Desenvolvimento de Crédito da Central PR/SP/RJ, Gilson Nogueira Farias. “Nesse sentido, os recursos planejados são 15% maiores na comparação com a safra anterior, com previsão de libertação de 95% do total”, destaca.

David Bretzke, de Maripá (PR), é associado ao Sicredi desde 1994 e usufrui das soluções financeiras da instituição cooperativa para custeio e comercialização da safra de milho e de soja, além de financiamento de maquinário para a colheita. “Fazer parte de uma cooperativa que funciona muito bem nos traz muitas vantagens. Ela nos coloca à disposição muitos produtos e serviços, e entende exatamente qual a nossa necessidade. Além disso, a gente ainda é sócio, é dono do negócio e, assim, participa dos resultados como um todo”, diz.

Outro ponto de destaque do Plano Safra 2014/2015 é o fato de estar alinhado com o Ano Internacional da Agricultura Familiar, promovido pela Organização das Nações Unidas. Entre os aspectos defendidos pela ONU, estão a busca pela segurança alimentar, proteção da agrobiodiversidade, sustentabilidade e, sobretudo, o impulso à economia local, por meio dos nichos e oportunidades regionais. “O investimento e custeio do Plano Safra pelo Sicredi estão de acordo com os objetivos estabelecidos pela ONU, fortalecendo e mantendo os recursos dentro das comunidades. O Brasil é um exemplo positivo de políticas públicas de incentivo à agricultura familiar”, analisa Manfred Dasenbrock, presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ.

 

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top