You are here
Home > Sem categoria > Vendas da Renault-Nissan aumentam pelo quinto ano consecutivo

Vendas da Renault-Nissan aumentam pelo quinto ano consecutivo

RenaultNissanAllianceA Aliança Renault-Nissan vendeu um recorde de 8,470.610 veículos em 2014, graças ao aumento das vendas nos Estados Unidos e Europa Ocidental. As vendas aumentaram pelo quinto ano consecutivo, subindo 2,5% em comparação com o ano anterior. Juntas, Renault, Nissan e AVTOVAZ – a maior montadora da Rússia –, totalizam um a cada 10 carros vendidos em todo o mundo. “A forte demanda nos Estados Unidos, a recuperação da Europa Ocidental e uma série de novos modelos atraentes contribuíram para mais um ano de aumento das vendas da Aliança em 2014,” afirmou Carlos Ghosn, Presidente e CEO da Aliança. “Continuamos bem posicionados e otimistas a respeito das perspectivas de longo prazo nos mercados mundiais em crescimento, apesar das recentes desacelerações na Rússia e no Brasil”.

A Renault SAS, terceira maior montadora da Europa, vendeu 2,712.432 veículos em todo o mundo em 2014, uma alta de 3,2% em comparação com 2013. Na Europa Ocidental, as vendas da Renault acumularam 1,464.611, em alta de 12,5%, mais do que o dobro do que o registrado pelo mercado total. A participação de mercado da Renault na Europa chegou a 10%, em alta de 0,6 pp. A Dacia foi a marca da Renault que mais cresceu, com um ganho de 0,4 pp (ponto percentual) de participação de mercado.

As vendas da Renault fora da Europa Ocidental caíram 5,9%, com 1.247.821 veículos, devido à desaceleração econômica de muitos de seus mercados. Apesar da desaceleração, a Renault apresentou recorde de participação de mercado no Brasil e na Rússia, países classificados como segundo e terceiro maior mercado da montadora depois da França.

A Nissan Motor Co., Ltd. vendeu um recorde de 5.310.064 carros e caminhões em todo o mundo, uma alta de 4,1% em relação a 2013. A Nissan mais uma vez comercializou mais de 1 milhão de veículos em seus dois maiores mercados, os Estados Unidos e a China. A AVTOVAZ vendeu 448.114 veículos, um recuo de 16,3% devido à desaceleração do mercado como um todo na Rússia. A Aliança Renault-Nissan é acionista majoritária da AVTOVAZ, que vende modelos sob a marca LADA, através de uma joint venture com a estatal russa Rostec. Juntas, a Aliança Renault-Nissan e a AVTOVAZ vendem aproximadamente um a cada três carros comercializados na Rússia. Os 10 maiores mercados da Aliança em 2014 foram os Estados Unidos, China, Rússia, Japão, França, México, Brasil, Reino Unido, Alemanha e Itália.

Na China, maior mercado de automóveis do mundo, a Nissan, através de seu parceiro local Dongfeng Motor, vendeu 1.221.598 veículos, um aumento de 0,5%. A Nissan é a maior montadora japonesa na China, com 5,5% de participação de mercado. Em 2016, a Renault começará a produzir veículos na China, com o parceiro de longa data da Nissan, a Dongfeng Motor. A nova fábrica da joint venture localizada na cidade de Wuhan terá uma capacidade inicial de produção de 150.000 veículos ao ano, com potencial para dobrar este volume no futuro.

Nos Estados Unidos, a Nissan vendeu um recorde de 1.386.895 veículos, em alta de 11,1%, o que resultou no recorde de participação de mercado de 8,4%. A Nissan também atingiu um recorde anual de vendas para seus modelos Altima, Rogue, Versa, Juke, NV200 e o Nissan LEAF, seu modelo 100% elétrico.

Apesar da desaceleração econômica na Rússia, a Aliança apresentou uma participação de mercado de 30,7%, um ganho de 1.1 pp. A AVTOVAZ vendeu 387.307 veículos na Rússia, uma queda de 15%. A participação de mercado da AVTOVAZ ficou em 15,5%, uma queda de 0.9 pp. A Renault vendeu 194.531 veículos, um recuo de 7,4%, mas sua participação de mercado aumentou e atingiu um recorde de 7,9%, um ganho de 0.3 pp, graças ao sucesso do Duster SUV e um lançamento bem-sucedido de 3 novos modelos: Novo Logan, Novo Sandero e Sandero Stepway. A Nissan vendeu 182.412 veículos, o que representou um ganho de 17.7%. A Nissan ficou com uma participação de mercado de 7,3%, que subiu 1.8 pp.

No Japão, a Nissan vendeu 670.263 veículos, um recuo de 1,3%. A participação de mercado da ficou em 12%.

Na França, a Renault vendeu 577.601 veículos, uma alta de 5,5%. Sua participação de mercado atingiu 26,6%, um ganho de 1,3 pp. O Clio foi o veículo mais vendido do mercado, enquanto que o Captur foi o crossover mais vendido.

No México, a Nissan apresentou um recorde de vendas de 293.204 veículos, uma alta de 10,9%, ultrapassando o mercado total. A Nissan é a marca número um no México, com uma participação de mercado de 25,8%.

No Brasil, a Renault vendeu 237.187 veículos, em alta de 0,3%. A participação de mercado da Renault atingiu o recorde de 7,1%.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top