You are here
Home > Finanças > Bolsa bate recorde e pode chegar aos 85 mil pontos até o fim do ano. É hora de investir?

Bolsa bate recorde e pode chegar aos 85 mil pontos até o fim do ano. É hora de investir?

Depois de bater três recordes seguidos nesta semana, a Bolsa de Valores brasileira voltou a ser destaque na modalidade investimento. O Ibovespa, que reúne as ações mais negociadas, fechou a quinta-feira (14) com queda de 0,18% atingindo 74.656 pontos crescendo. Porém, na quarta-feira (13), o Ibovespa atingiu sua pontuação máxima em 75.146 pontos. A expectativa é que o Ibovespa chegue a casa dos 85 mil pontos até o fim do ano.

Assim, surge a pergunta: chegou a hora de investir nessa linha de investimento? Para Reinaldo Domingos, Doutor em Educação Financeira e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin)e da DSOP Educação Financeira, a resposta não é tão simples, mas alerta que esse tipo de investimento é de grande risco e necessita de conhecimento aprofundado, pois não é para amadores.

O que são ações?

Vamos mais a fundo sobre o tema. Domingos explica que o primeiro ponto que se deve entender é que ao investir na bolsa de valores se compra ações e comprar significa adquirir a parte de uma empresa que possui capital aberto, se tornando um de seus sócios. Dentre os tipos de ações, há as preferenciais (PN), com as quais o investidor tem preferência no pagamento da parcela do lucro, e as ordinárias (ON), que dão direito de voto ao acionista, porém tem menor peso na hora da distribuição dos lucros. Como depende da saúde de uma empresa, é um investimento de alto de risco, sendo mais indicado para sonhos de longo prazo.

Prós e contras

Um dos pontos positivos é que se trata de um investimento de renda variável, que tende a gerar maior rentabilidade. Com sua popularização, perdeu grande parte de seus “mistérios” e isso é ótimo, pois agora é possível encontrar muitas informações antes de começar a aplicar dinheiro. É possível investir nas ações de mais de uma empresa e com diferentes tipos de liquidez.

Contudo, ao mesmo tempo em que permite um rendimento maior, a renda variável deixa o investidor sujeito a maiores riscos e perdas, especialmente caso precise vender as ações em baixa. Portanto, é preciso ter consciência de que o mercado financeiro é instável e pode mudar a qualquer momento.

Reinaldo Domingos recomenda a diversificação dos investimentos.

Outro ponto importante ressaltado por Reinaldo Domingos é que há custos de corretagem para cada operação realizada, que variam de corretora para corretora, taxa de custódia e taxa de emolumentos. Além disso, há incidência de Imposto de Renda: uma pequena parte (0,005%) é retida na fonte e o restante (14,995%), sobre os ganhos líquidos na venda ou liquidação da ação, que deve ser recolhido mensalmente pelo investidor. Quem vende até R$ 20 mil por mês no mercado a vista está isento do IR.

Hora de investir?

Para responder a essa pergunta, Domingos diz que é importante analisar dois pontos. O primeiro é em relação a rentabilidade, e se pode afirmar que depois de um longo período de crise, chega a hora de voltar a olhar para seus investimentos, pois, se a economia cresce, as empresas crescem e as ações se valorizam. Assim, pode ser interessante buscar mais conhecimentos sobre o tema. Mas, o mais importante antes de decidir é aprender a investir, lembrando que isso não significa apenas colocar o dinheiro na linha da moda.

Domingos sempre recomenda diversificar onde se coloca o dinheiro, ou seja, o mais importante é diversificar os investimentos, escolhendo os mais adequados para os objetivos e sonhos de curto, médio e longo prazo.

As ações são interessantes para quem conhece muito esse tema, ou para o dinheiro que será investido nos sonhos de longo prazo, que são aqueles que a maioria das pessoas acredita que não irá realizar, por representar algo muito distante. O tempo destes sonhos é acima de dez anos, o que faz com que muitos desanimem antes mesmo de começar. Nesses casos é interessante investir em ações, mas também recomendo o tesouro direto e previdência privada.

Para entrar nesse mundo, Reinaldo Domingos explica que é preciso lembrar que existem altos riscos, tendo sempre que buscar conhecimentos ou então especialistas, mas mesmo assim acompanhando sempre de perto, para ter a certeza que o dinheiro está sendo cuidado adequadamente. Para o presidente da Abefin, deve-se evitar direcionar mais do que 20% do patrimônio investido nesta linha específica. Assim feito, é contar com a inteligência e com a sorte.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top