You are here
Home > Sem categoria > Com pouco investimento é possível premiar colaboradores e valorizar suas realizações no mundo corporativo

Com pouco investimento é possível premiar colaboradores e valorizar suas realizações no mundo corporativo

Irmãos gêmeos Andre e Daniel Susskind, da Viva! Experiências.

Premiações por resultados são sempre um assunto questionado no mundo corporativo. Como se premiar uma equipe que atinge metas é sempre um impasse para os gestores nas empresas. Oferecer dinheiro como prêmio de superação de resultados ou proporcionar uma experiência? Andre Susskind, CEO da Viva! Experiências, afirma que “dinheiro nesses momentos é impessoal; o reconhecimento precisa ser importante, com uma experiência proporcional ao empenho e dedicação do colaborador. O dinheiro como bonificação/reconhecimento é algo padrão nas empresas, equivale a um ‘tapinha nas costas’. Já a experiência mostra que o empregador procurou algo valioso e único para presentear”.

Oferecer experiência significa proporcionar ao colaborador uma série de itens que podem aguçar sentidos, seja pela gastronomia, bem-estar, esporte, viagens ou aventuras. Pensando nisso, os irmãos gêmeos Andre e Daniel Susskind fundaram em 2009, uma empresa responsável por promover experiências. Inspirada num modelo de negócios da França, a Viva! Experiências quer proporcionar aventuras e despertar emoção através de kits oferecidos como prêmio de superação de metas corporativas.

“Nosso objetivo principal é tornar a premiação pela meta alcançada ou por um resultado obtido, reconhecimento por tempo de casa ou desempenho e também datas comemorativas em uma vivência e, possibilitar ao ganhador a chance de explorar algo diferente, para depois contar histórias, sempre envolvendo outras pessoas. Melhor que dar um objeto de presente é oferecer a emoção em si! Ao ganhar o kit, o premiado poderá escolher dentro do catálogo o que quer vivenciar, dentre milhares de opções”, explica Andre Susskind, CEO da empresa.

Ao que tudo indica, o modelo sugerido pela Viva! agrada as empresas, e os números impressionam: nesse primeiro semestre, a empresa cresceu 20% em relação ao mesmo período do ano passado, e espera fechar 2017 com um faturamento de R$12 milhões.”O crescimento deste ano vem da disseminação do nosso principal produto, o Catálogo de Prêmios, e do aumento da base de clientes corporativos. Outro ponto interessante é que esse ano, os projetos recorrentes já representam 25% da receita – e nosso objetivo é chegar a 50% até o final de 2018. Em cinco anos, queremos atingir R$ 30 milhões de faturamento” – ressalta o CEO.

Andre atribui o crescimento e os números positivos à boa aceitação das empresas, que já se conscientizaram que a experiência é mais valorizada pelo funcionário e tem um custo mais baixo para as companhias. “Temos kits que custam R$ 100 para a empresa e podem se transformar em um almoço de lazer do colaborador junto com a sua família. Isso ficará na memória do premiado e vai deixá-lo mais feliz. O portfólio de experiências da Viva! atende também ações para clientes como Promoções Compre/Ganhe ou Fidelização de Clientes. Recentemente, uma marca de smartphones distribuiu experiências pra todos que adquirissem um modelo premium do produto. Uma empresa de seguros presenteia seus clientes com experiências no aniversário de contrato” – explica Andre.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top