You are here
Home > Sem categoria > Procura de imóveis por estudantes promete aumentar em até 10% as locações em Curitiba

Procura de imóveis por estudantes promete aumentar em até 10% as locações em Curitiba

Com a divulgação do resultado do vestibular 2017/2018 da Universidade Federal do Paraná (UFPR) na sexta-feira (12), está oficialmente aberta a temporada de busca do imóvel para alugar pelos estudantes em Curitiba. A diretora de Senzala Imóveis, Augusta Coutinho Loch, diz que, em função desse movimento, a expectativa é de um aumento de 10% em locações realizadas no primeiro trimestre desse ano em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo Augusta, o momento é bom para o inquilino. “Os valores continuam os mesmos do começo do ano passado, pois a cidade ainda tem um estoque grande de quitinetes para locação em diversos bairros. Essa concorrência faz que haja uma competição não apenas por preço, mas também por diferenciais oferecidos pelos proprietários”, comenta.
Para quem vai morar sozinho, a opção são as quitinetes e apartamentos de 1 quarto para alugar em Curitiba, na região central e próximo às principais universidades – UFPR, UTFPR, PUCPR e Universidade Positivo – com área privativa entre 21 e 54 m², aluguel mensal de R$ 450,00 a R$ 600,00 (sem vaga de garagem) e aluguel mensal de R$ 650,00 a R$ 900,00 (com 1 vaga de garagem).

Já para o estudante que vai morar com amigos e parentes, Augusta diz que a maior procura é por apartamentos com 2 quartos. No Centro, os imóveis com essa configuração têm 1 vaga de garagem, com 58 a 107,5 m² e aluguel mensal de R$ 950,00 a R$ 1.090,00. “A vaga de garagem adicional encarece o aluguel mensal em até R$ 300,00. Por isso, é importante avaliar se é um item prioritário”, comenta.

A fiança ainda continua a ser a modalidade de garantia locatícia mais utilizada, mas a diretora da Senzala Imóveis ressalta que o seguro-fiança está mais acessível ao inquilino, já que algumas seguradoras reduziram os valores cobrados. “Essas empresas também simplificaram esse processo e, hoje, o cálculo é feito sobre o valor líquido do aluguel e não sobre as taxas, com parcelas fixas para pagamento em até 11 vezes sem juros. A conta ficou bem mais fácil e o inquilino sabe exatamente o quanto vai gastar”, explica.

Além do valor do aluguel mensal, Augusta diz que existem outros itens importantes que o estudante deve avaliar antes de escolher o imóvel para alugar. Um deles é a localização. “Essa avaliação vai além da análise da infraestrutura, como facilidade de acesso às vias, comércio, serviço, hospitais e escolas, e inclui segurança e silêncio na vizinhança. Também é importante calcular o tempo gasto com o deslocamento para a universidade e para o trabalho”, cita.

A taxa de condomínio pode corresponder de 30% até 50% do valor do aluguel mensal, por isso, deve ser avaliada com cautela. “Nesse momento, é essencial que o inquilino tenha bem claras as suas necessidades e exigências. É indispensável ter vaga de garagem, itens de lazer, elevador e portaria 24 horas? ”, pontua Augusta.

Imóveis para alugar com box, piso laminado, armários fixos na cozinha ou no quarto podem ter um leve acréscimo no valor do aluguel mensal em Curitiba, mas também representam um investimento a menos. Para decidir o que vale mais a pena, a diretora da Senzala Imóveis diz que uma dica é levantar os custos para comprar todos os itens necessários. Depois, calcular a diferença de valor para alugar um apartamento mobiliado de um vazio e comparar. “Isso fará diferença no bolso do inquilino”, alerta.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top