You are here
Home > Sem categoria > É possível driblar as dificuldades de um negócio sazonal mesclando produtos ou serviços

É possível driblar as dificuldades de um negócio sazonal mesclando produtos ou serviços

Independente do segmento de atuação, qualquer empreendedor enfrenta uma série de desafios no dia a dia. E quando o negócio é regido pela sazonalidade, esse quesito aumenta ainda mais. Porém, antes de tudo, é fundamental que os empresários entendam como a sazonalidade ocorre para que possam trabalhá-la corretamente. Por exemplo: uma sorveteria vende muito bem durante o verão, tem um lucro incrível, mas quando chega o inverno é um verdadeiro caos, já que o seu foco é o verão e os prejuízos devido à queda nas vendas são inevitáveis.

A primeira forma de driblar os efeitos da sazonalidade é mesclar as atividades. No caso específico das sorveterias, uma opção é oferecer chocolate quente e cafés. Uma empresa de instalação de ar condicionado, tem o seu ápice no verão, porém, no inverno, sua demanda reduz ao extremo. Então por que não fazer a instalação de outros equipamentos voltados para a estação mais fria?

Outro ponto essencial para minimizar a queda brusca de consumo em períodos de sazonalidade é criar um bom relacionamento com a clientela. Para isso, é importante atender bem e se manter presente. Por sua vez, oferecer algo em troca de uma divulgação ou indicação, manter as redes sociais atualizadas e, responder em tempo real as críticas e sugestões vão ajudar na fidelização.

Existem ainda micro sazonalidades que não merecem atenção, mas sim aceitação. Um açougue, na sexta-feira santa tem seu movimento próximo de zero, mas é apenas um dia. Neste caso, não vale a pena se aventurar em uma atividade que não é seu foco comprando peixes e correndo o risco de não vender.

Já a mais importante das dicas, é ter uma reserva financeira. A queda no faturamento em períodos de sazonalidade deve ser esperada. Por isso, o planejamento é essencial. Aumentar o capital de giro e diminuir as despesas nos momentos sazonais colaboram com a saúde do negócio.

A sazonalidade também pode ser positiva, como é o caso dos feriados que alavancam as vendas em determinadas atividades. A Páscoa, por exemplo, aumenta significativamente as vendas de chocolates, e o Dia das Mães e dos Namorados triplicam as vendas das floriculturas. O primeiro passo para aproveitar ao máximo as sazonalidades positivas é ter um bom planejamento e fazer os pedidos com antecedência.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top