You are here
Home > Transportes > Tecnologia de locomotivas aumenta produtividade na Operação Sul da Rumo

Tecnologia de locomotivas aumenta produtividade na Operação Sul da Rumo

Redução de Transit Time, queda de paradas para manutenção e muito mais eficiência e potência para transportar as cargas. Esses são os benefícios oferecido pelas 46 locomotivas ES43BBi adquiridas entre 2015 e 2017 e que compõem a frota da Rumo na Operação Sul, que compreende vias férreas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul.

Os reflexos no desempenho de transporte na Operação Sul são evidentes, e no primeiro trimestre deste ano registraram aumentos. A quantidade de produtos agrícolas (soja, farelo de soja e milho) subiu 21%, com um total de 2,1 milhões de TKU (Tonelada por Quilômetro Útil). Já a de produtos industriais cresceu 13,5% no mesmo período.

A capacidade de transporte da ES43BBi é 46% maior do que o modelo SD40 utilizado anteriormente. A mensuração de tonelada bruta transportada por cada HP do motor aumentou 45%: de 0,72 para 1,05 tonelada bruta . A redução de Transit Time (Tempo de Trânsito) entre o Norte do Paraná e o Porto de Paranaguá foi reduzida em 8,34% desde o início das operações com a ES43BBi no final de 2016. Paralelamente, as paradas causadas por mau funcionamento caíram 84,10%.

Com tecnologia de última geração adaptada à bitola métrica, utilizada na maior parte da malha ferroviária brasileira, a ES43BBi conta com um sistema de tração de corrente alternada que fornece 38% mais capacidade de tração em comparação a modelos anteriores.

As atuais locomotivas também são menos poluentes: o motor Evolution GEVO-12 utiliza melhor o combustível e possibilita uma redução de 26% em L/TKB (litros por tonelada bruta transportada) no consumo de diesel em relação às máquinas que operavam antes.

A ES43BBi é uma “locomotiva digital”, pois conta com um sistema operacional online integrado à General Electric (GE), fabricante das máquinas. Essa tecnologia faz um diagnóstico antecipado de anomalias, reduzindo o tempo que a locomotiva fica parada para eventuais diagnósticos. A confiabilidade da máquina levou os intervalos de manutenção preventiva a serem semestrais.

Hoje, a frota da Rumo conta com 46 modelos ES43BBi que circulam de Maringá e Londrina a Curitiba ou Rio Negro. Os trens operados hoje são de 105 vagões com duas locomotivas, enquanto que com outras frotas eram necessárias de três a quatro locomotivas para fazer a mesma viagem.

Além dos ganhos para o transporte, os maquinistas também são beneficiados: a BBi tem maior conforto interno na cabine, é mais ergonômica e mais silenciosa.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top