You are here
Home > Negócios > Sob o comando da terceira geração, Famiglia Zanlorenzi dobra seu faturamento em 2018 na categoria de bebidas saudáveis

Sob o comando da terceira geração, Famiglia Zanlorenzi dobra seu faturamento em 2018 na categoria de bebidas saudáveis

Presente no mercado brasileiro há 76 anos, a Famiglia Zanlorenzi é atualmente uma das maiores produtoras de derivados de frutas e uma das mais importantes indústrias de bebidas do país. Com um portfólio de mais de 130 rótulos, divididos entre as categorias de vinhos de mesa, vinhos finos, espumantes, sucos e chás, no terceiro trimestre deste ano, a companhia já atinge o dobro do seu faturamento em 2017, na categoria de bebidas saudáveis. A expectativa é que em 2018, o faturamento da empresa seja 22% maior que no ano anterior.

A base produtora do grupo está situada na Serra Gaúcha em São Marcos/RS, onde movimenta a economia da região, incentivando a agricultura familiar apoiando mais de 2.000 famílias, de 14 cidades diferentes, envolvidas no processo produtivo. O polo industrial em Campo Largo/PR, considerado a mais moderna linha de envase da América Latina, com 14 mil m² de área construída tem capacidade de envasar 55 mil garrafas por hora.

Para Giorgeo Zanlorenzi, diretor-presidente da companhia, os investimentos em pesquisa, tecnologia e inovação para otimizar os processos de produção e a busca constante por tendências internacionais da indústria de bebidas e, em especial, no segmento de saudabilidade, são os principais diferenciais e as prioridades de negócio do grupo.
“Somos responsáveis por toda cadeia produtiva, da colheita ao envase. Ao mesmo tempo que temos tradição, a inovação faz parte do nosso DNA. Só em 2017, investimos mais de R$ 40 milhões no novo parque fabril de bebidas saudáveis implantando o que há de mais moderno e tecnológico em sistema de envase no mundo. O nosso principal foco é oferecer produtos de qualidade para os nossos clientes, garantindo maior frescor e tempo de vida útil do nosso portfólio, assim como a preservação dos nutrientes sem nenhuma adição de conservadores”, explica o executivo. Em 2018, a empresa já apresenta um crescimento exponencial com a marca Campo Largo, chegando a dobrar o faturamento da categoria de bebidas saudáveis se comparado ao período anterior.

Acompanhando a tendência do mercado de alimentação saudável no Brasil, que prevê crescimento médio de 4,41% ao ano até 2021, e faturamento de R$ 8,8 bilhões em 2022 (Euromonitor, 2017), a Famiglia Zanlorenzi expande o portfólio da Campo Largo este ano, incluindo mais uma opção de bebida saudável: a linha de bebidas probióticas Kombucha. Com este lançamento, a companhia se torna a primeira indústria no Brasil a produzir e distribuir em grande escala a bebida artesanal feita a partir da fermentação do chá.

A novidade da marca já está à venda nas principais redes de supermercados do país com o trio de sabores: Limão, Matcha & Gengibre, Hibisco & Cranberry e Manga & Cúrcuma e rótulo clean label, que traz informações mais claras sobre a composição do produto, desenvolvido, habitualmente, com um menor número de ingredientes e livre de aditivos artificiais.

Ainda no segundo semestre deste ano, a empresa tem planos de colocar nas gôndolas das regiões Sul e Sudeste, territórios estratégicos para o negócio da marca Campo Largo, a Água de Coco, primeira em embalagem pet asséptica para cadeia refrigerada no Brasil. O produto é 100% natural, sem conservantes, adição de açúcares e aditivos químicos e sua embalagem é totalmente reciclável e livre de Bisfenol A, também conhecido pela sigla BPA, que oferece riscos à saúde.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top