You are here
Home > Trabalho/Emprego > Não vai poder ir na entrevista de emprego? É melhor avisar

Não vai poder ir na entrevista de emprego? É melhor avisar

Não vai poder comparecer à entrevista de emprego? A situação é mais comum do que se imagina. Muitos candidatos acabam não participando de alguma etapa do processo seletivo por diversos fatores e isso elimina você do processo e prejudica os próximos. Claro que fatores extraordinários podem interferir, como greve de ônibus, acidente ou outro imprevisto, e nestes casos é melhor não ficar em silêncio.

Eliane Catalano, coordenadora de recrutamento da RH NOSSA, explica que realmente diversos motivos podem levar à esta falta e o recrutador entende desde que avisado com antecedência. “E não apenas fatores externos, mas também pessoais. O candidato ter alguma dúvida e ficou inseguro para comparecer no processo seletivo, talvez pela alta concorrência ou até mesmo a sua insegurança, o que pode colocar em dúvida a sua própria capacidade. Muitas vezes o candidato pode não ter o dinheiro da condução para comparecer. Existe uma série de justificativas, mas é imprescindível avisar com pelo menos duas horas de antecipação que não vai comparecer.”

Eliane Catalano explica que o recrutador vê com bons olhos esta tomada de atitude de que não vai poder participar. Isso demonstra responsabilidade e preocupação com o processo. Avisar e justificar mostra o alto interesse por parte do candidato na oportunidade, pois o recrutador vai registrar este fato que será favorável em outro processo seletivo: ”

O que não pode é simplesmente faltar sem dar satisfação. Quanto mais honesto e aberto, melhor para outras oportunidades” finaliza.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top