You are here
Home > Economia > Mercado brasileiro de vendas diretas ocupa a 6ª posição no ranking mundial

Mercado brasileiro de vendas diretas ocupa a 6ª posição no ranking mundial

Considerado um dos maiores do mundo, o mercado brasileiro de vendas diretas ocupa o 6º lugar no ranking mundial, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, China, Coreia, Alemanha e Japão, segundo levantamento realizado pela World Federation of Direct Selling Associations (WFDSA). O Brasil também é um dos líderes entre os países que utilizam esse método na América Latina.

Alberto Júnior, fundador da holding Grupo Life Brasil.

Utilizado pelas empresas para alavancar a comercialização de seus produtos e serviços, dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD) revelam que o setor gera R$ 415 mil em impostos arrecadados para o País, a cada 1 milhão de reais investidos. Chamado de “Mestre das Vendas” no Brasil, há 25 anos o empresário Alberto Júnior atua neste mercado, ele é fundador da holding Grupo Life Brasil – empresa especialista em seguros de vida, que possui presença em mais de 800 cidades brasileiras -, e explica que a determinação é um dos pontos fortes para obter sucesso nesse ramo. “Um bom vendedor precisa estar motivado a vender todos os dias, como se fosse o último. Sem determinação será muito difícil ele ter sucesso na área”, comenta.

Ao longo de sua carreira empreendedora, Alberto Júnior já realizou mais de oito mil visitas nos primeiros 10 anos de atividade porta a porta e somente nos últimos cinco anos administrou mais de 8 bilhões de reais em capital de risco. O empresário também gerou mais de 100 milhões de reais em faturamento na venda de seguros de vida, utilizando metodologias exclusivas para neutralização de objeções e para encontrar o PCC Perfil de Cliente Consumidor e o cliente ideal.

“A organização é um dos pilares para ser um vendedor de sucesso, principalmente, para quem atua com vendas porta a porta. Outro ponto importante é que o vendedor precisa definir seu público-alvo e traçar seus objetivos para obter resultados satisfatórios”, comenta Alberto.

De acordo com a ABEVD, o Brasil possui 4,2 milhões de revendedores e somente em 2017, o setor de vendas movimentou mais de R$ 4 bilhões, o equivalente a 8% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Para o especialista em vendas, que já chegou a penhorar roupas e sapatos para abastecer o carro e comprar comida, o comprometimento e a persistência é fundamental para alcançar os objetivos esperados. “Já vendi seguro de vida até mesmo em presídio, sei que traçar o perfil do nosso público-alvo e definir estratégias de vendas é essencial para alcançar o sucesso que desejamos”, comenta Alberto. Um dos métodos desenvolvidos pelo especialista é o GOOO UP, focado em como superar dificuldades e problemas, independentemente de quais sejam eles quais forem e onde cita ser um apaixonado por essa profissão.

Ao longo de sua trajetória, Alberto Júnior também conseguiu colocar o Grupo Life Brasil entre as principais empresas de seguro de vida do mundo. A organização á foi classificada como uma das maiores do segmento segurador e está listada entre as melhores do setor no mundo, pela Million Dollar Round Table (MDRT), a maior associação mundial de seguros, que contempla apenas 0,2 % das empresas de seguro de vida. Atualmente a rede atua em mais de 800 cidades brasileiras, opera com o modelo de franquias, e conta com 19 unidades, com previsão de abrir 60 franquias até o final de 2019. Somente no ano passado, a holding faturou mais de 30 milhões de reais e a expectativa é que termine o ano com crescimento de 15% na receita.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top