You are here
Home > Negócios > Varejo farmacêutico continua com bons resultados

Varejo farmacêutico continua com bons resultados

O varejo farmacêutico teve em 2019 um ano muito positivo, movimentando R$ 120,98 bilhões, um crescimento de 7,60% em relação ao ano anterior. Todos os modelos de farmácias cresceram, mas o destaque foram as redes associativistas ligadas à Febrafar, que cresceram 14,9%.

Mas como ficará o mercado para este novo ano? Para responder essa questão recentemente Edison Tamascia, presidente da Febrafar e da Farmarcas, preparou o e-book gratuito Tendências do Varejo Farmacêutico para 2020 , para os profissionais do setor (http://www.farmarcas.com.br/gestao-farmaceutica/).

Veja alguns pontos detalhados no material:

Expectativas

“Para 2020 a expectativa é de que o mercado deverá seguir no ritmo de crescimento atual. Existem vários fatores que contribuem para o crescimento acima da média do canal farmacêutico, dentre os quais podem ser citados: essencialidade, evolução demográfica, patologias epidêmicas e desenvolvimento do mercado”, projeta o presidente da Febrafar e da Farmarcas.

“Para os empresários do setor, mesmo com esse mercado crescendo e criando muitas oportunidades de negócios, para manter a competitividade, é preciso agregar valor à marca e conquistar a confiança do cliente”, alerta Tamascia.

Neste sentido, alguns pontos relevantes como qualificação do layout da loja, mix de produtos e administração de estoques, gestão de compras e precificação, qualidade de atendimento e da prestação de serviços não podem sair da pauta de atividades do gestor.

Ambiente digital

O ambiente digital para compra de produtos farmacêuticos é muito comentado como futuro para o setor, mas será que esta é uma realidade em um curto ou médio período para as farmácias?

“Muito se fala sobre a necessidade de o varejo expandir suas operações para o ambiente digital, apostando numa mudança drástica de comportamento dos consumidores. Em alguns segmentos de consumo como o de alimentação por exemplo esse comportamento já está um pouco mais consolidado, mas, a grande verdade é que, sim, a tecnologia está sendo incorporada ao dia a dia das pessoas mas num ritmo que não deve criar alarde e nem tirar o foco do empresário sobre o seu negócio físico”, avalia Tamascia.

Preocupação com LGPD

“Uma das grandes preocupações dos empresários varejistas em 2020, principalmente aqueles que oferecem algum tipo de programa de relacionamento e fidelidade será a entrada em vigor da Lei 13.709/2018 que trará grandes impactos sobre o registro, manutenção e compartilhamento de dados pessoais dos clientes”, analisa o presidente da Febrafar e da Farmarcas.

Seguindo a tendência mundial e muito inspirada pela legislação europeia sobre o assunto essa lei determina uma série de regras e responsabilidades quanto ao registro, armazenamento e manipulação de dados e informações obtidas de clientes durante o processo de compra. Fique atento e se necessário, busque uma consultoria jurídica especializada para compreender os impactos dessa nova legislação sobre seus negócios.

Contudo, segundo Tamascia, independentemente desses fatores e outros que podem ocorrer durante o ano, as empresas com maior nível de profissionalização continuarão a crescer. Por isso que a preocupação deve ser cada vez maior com adquirir conhecimento e a qualificar a gestão.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top