You are here
Home > Negócios > Plataformas de entrega adotam medidas para ajudar pequenos restaurantes a sobreviverem em período de pandemia

Plataformas de entrega adotam medidas para ajudar pequenos restaurantes a sobreviverem em período de pandemia

Com o fechamento do comércio em quase todo o País diante da pandemia do coronavírus, a opção pelo delivery tornou-se a principal saída, principalmente para os segmentos de alimentação. O Sebrae, que é uma entidade que fomenta o empreendedorismo, está muito preocupado com os micro e pequenos negócios que tiveram sua rotina de trabalho prejudicada e não estão faturando. Por isso, foi buscar as empresas responsáveis pelas principais plataformas de entrega do país para minimizar os efeitos da crise, e teve sucesso.

O Uber Eats, por exemplo, vai possibilitar aos donos de pequenos restaurantes que recebam pagamentos diários pelas vendas realizadas. Até então, o pagamento era feito por semana. O objetivo é gerar maior fluxo de caixa para garantir a manutenção dos negócios, permitindo o pagamento de fornecedores e funcionários.

As micro e pequenas empresas do segmento de alimentação também serão isentas da taxa de retirada quando os clientes fizerem o pedido pelo aplicativo, mas optarem por buscar a refeição no restaurante. Já para incentivar os consumidores a usar o serviço, o Uber Eats está oferecendo entrega grátis para quem fizer pedidos nos restaurantes, considerados independentes, ou seja, sem filiais.

Por sua vez, seus entregadores vão receber ajuda financeira para comprar produtos de higienização, como álcool em gel.

No caso do IFood, a partir do dia 2 de abril, a empresa estará destinando R$ 50 milhões de sua receita na forma de um fundo de assistência a restaurantes, com foco nos pequenos negócios locais. O crédito será gerado por meio da isenção de taxas de intermediação dos serviços utilizados.

E para melhorar o fluxo de caixa, o IFood vai antecipar os recebimentos dos restaurantes, sem custo adicional. Dessa forma, todo restaurante que optar por fazer parte dessa iniciativa, receberá seu pagamento em sete dias após a venda nos meses de abril e maio. A expectativa é injetar até R$ 600 milhões no mercado brasileiro.

Ampliação da presença digital

Quanto às vendas, os consultores do Sebrae aconselham que os pequenos restaurantes e lanchonetes ampliem a presença digital, tendo em vista que os consumidores não estão circulando pelas ruas.

Outra medida que deve ser adotada, é oferecer um cardápio reduzido com a possibilidade de levar o produto para casa para ajudar a manter os clientes.

Já para reduzir custos, a principal orientação é não estocar e aproveitar o momento para ofertar produtos perecíveis e negociar os prazos de pagamento das faturas.

Rappi reduz prazo de pagamento para restaurantes

O superapp Rappi também anunciou a redução no prazo de pagamento a todos os restaurantes parceiros – atuais e novos – de 14 para 7 dias. O objetivo é apoiá-los durante a pandemia do coronavírus, que está impactando todo o setor. O pagamento semanal alivia o caixa dos restaurantes, fortalecendo-os financeiramente.

A iniciativa começa a valer a partir de 1º de abril e visa contribuir para a sobrevivência dos restaurantes, bem como minimizar os impactos nos empregos do setor.

Mirian Gasparin

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top