You are here
Home > Sem categoria > Madero prevê chegar em 2010 com 40 lojas franqueadas

Madero prevê chegar em 2010 com 40 lojas franqueadas

O crescimento do setor de franquias tem animado o o chef Junior Durski, que começou, no ano passado, a franquear uma das suas marcas, o Madero. A primeira unidade, aberta em maio de 2008 no Palladium Shopping Center, em Curitiba, abriu os olhos de Durski para um mercado potencial. Segundo ele, o setor de alimentação é um dos que mais cresce e passa, muito pouco, pela crise. Buscamos avançar nesse mercado e conseguimos destaque com a nossa marca”, explica.

Durski tem razão. A Associação Brasileira de Franchising (ABF) divulgou que o setor de franquias, na área de alimentação e vestuários, continua em processo de expansão, e os dois segmentos registraram aumento de 20% no faturamento do ano passado.

A marca Madero surgiu em 2005 e passou a ser franqueada em 2008. O processo de tornar a marca uma franquia foi bem natural, pois após o primeiro restaurante manter-se sempre cheio, o caminho seria multiplicar. A formatação demorou quase um ano”, conta o chef, que foi motivado a abrir a marca para franquia diante da possível multiplicação do negócio, além da possibilidade muito maior de expansão por meio de franqueados.

O chef tem sonhos muito bem planejados. Nosso planejamento inclui ter dez lojas em 2009, e chegar a 40 em 2010”, conta Junior Durski (foto). Neste ano, ele já abriu mais uma unidade, agora fora do Paraná, em Balneário Camboriú (Santa Catarina), e se prepara para abrir um novo Madero no Shopping Estação, no máximo em 30 dias. Na sequência, em junho, abrirá sua primeira unidade no Centro-Oeste brasileiro, no Shopping Goiá¢nia. Para este ano, ainda temos planos de abrir lojas no Rio de Janeiro, São Paulo, Cuiabá e Florianópolis”, ressalta. Ocupamos um nicho que, hoje, é pouquíssimo explorado: a franquia de restaurante gourmet, que além do nível mais alto, é um negócio com o qual é agradável de se trabalhar”, explica.

Para o Durski, a grande vantagem no setor de franquias é a transferência de know how, além da segurança de um negócio já aprovado e a continuidade do sucesso da marca Madero. Para que o franqueado tenha sucesso, basta apenas que ele se comprometa, o que é imprescindível. Isso vai fazer com que o negócio dê certo”, avalia.

Para abrir um restaurante Madero, é preciso fazer um investimento considerável. São R$ 90 mil de taxa de franquia, mais R$ 120 mil de capital de giro, um investimento total R$ 850 mil, que inclui custo das instalações, taxa de franquia e capital de giro, com exceção do ponto comercial, mais 6% de royalties e 2% de taxa de publicidade.

A crise não assustou o jovem empresário catarinense Ricardo Fernando Fernandes. Ele abriu, com o chef Junior Durski, uma unidade Madero no Shopping São José, em outubro de 2008 e, em fevereiro, assumiu a unidade de Balneário Camboriú. Ele conta que optou por uma franquia neste segmento por gostar do ramo de restaurantes, e pela boa lucratividade da atividade. O enorme sucesso da marca Madero em Curitiba me fez escolher esse segmento para iniciar meu próprio negócio”, conta. O valor que investi na marca está retornando mais rapidamente do que planejei”, diz Fernandes.

Para ele, o que importava era ter uma marca forte e o menor risco. Seu maior desafio, agora, é manter a equipe motivada e adquirir cada vez mais experiência, uma visão global do restaurante. Isso é a experiência de conseguir olhar para as mesas dos clientes e saber do que eles estão precisando”, ressalta. Ele ainda diz que pretende abrir mais uma unidade do Madero em terras catarinenses. O plano é inaugurar uma unidade em Florianópolis”, conclui o empresário.

Deixe uma resposta

Top