You are here
Home > Sem categoria > Empresários projetam ganhos maiores para o 2º trimestre

Empresários projetam ganhos maiores para o 2º trimestre

O faturamento para o 2º trimestre deste ano deverá ser melhor para a maioria dos empresários brasileiros , de acordo com a pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial, divulgada nesta terça-feira (22). No geral, 60% irão rever o faturamento. Destes, 88% dos executivos projetam ganhos melhores para este peíodo, enquanto 12% avaliam como pior do que os três meses iniciais do ano. No trimestre de abertura, 85% revisaram para expansão e 15% para o recuo. A maior fatia de otimismo está concentrada nas médias empresas, onde 89% de seus executivos acham que o faturamento do peíodo será superior ao passado. Nas pequenas, essa opinião é de 88% dos empresários e nas grandes, de 83%. Levando-se em conta os setores da economia, funcionários da indústria (90%), serviços (88%) e comércio (87%) apresentaram níveis de otimismo praticamente iguais.

Por fim, a análise por regiões identificou que 95% dos empresários do Norte projetam aumento no faturamento para este ano. O Sudeste veio a seguir com 89%, o Nordeste com 88%, Sul com 87% e Centro-Oeste com 86%. Apenas 32% dos empresários entrevistados vão aumentar, no segundo trimestre de 2011, seus investimentos em equipamentos, obras de ampliação, aquisições e modernização de sua empresa, na comparação com o trimestre anterior. De acordo com a Serasa, 54% vão manter o que tinham planejado, 9% irão adiar investimentos e apenas 5% vão cortá-los.

Nas grandes empresas estão os empresários mais dispostos a aumentar investimentos no 2º trimestre de 2011, com 40% deles. Nas pequenas empresas são 32% investindo mais e nas médias, 29%. A maior intenção de investir mais está entre os empresários das instituições financeiras, onde 48% deles afirmaram incrementar as aplicações. Nos serviços são 33%, no comércio, 32%, e na indústria, 29%.Os empresários farão investimentos crescentes, no 2º trimestre, no Nordeste (43%), Norte (42%), Centro-Oeste (34%), Sudeste (30%) e Sul (29%).

Apenas 35% dos empresários vão ampliar a contratação de mão-de-obra, 58% vão manter a atual e 7% vão enxugá-la, de acordo com a pesquisa. No 1º trimestre eram 27% com a intenção de contratar mais, 65% mantendo e 8% com planos de reduzir seu pessoal.

No setor de serviços, para o 2º trimestre, 40% de seus empresários vão aumentar seu quadro de pessoas e 54% não farão alterações. Para 38% dos executivos das instituições financeiras a contratação crescerá. Na mesma tendência vão 35% dos empresários da indústria e 28% dos do comércio.

Nas grandes empresas, 38% de seus empresários pretendem expandir o quadro de funcionários. Nas pequenas são 35% e nas médias 33%. No Norte, 53% dos empresários vão contratar mais pessoal no 2º trimestre. Na mesma perspectiva estão 37% dos empresários do Centro-Oeste, 35% do Sul, 34% do Nordeste e 32% do Sudeste.

Deixe uma resposta

Top