You are here
Home > Sem categoria > Vega prevê faturamento de R$ 1,6 bilhão até 2016

Vega prevê faturamento de R$ 1,6 bilhão até 2016

A Vega Engenharia Ambiental, empresa do Grupo Solví que oferece soluções ambientais integradas nas áreas de resíduos públicos, projeta um crescimento médio de 10% ao ano, nos próximos anos. Até 2016, a companhia deve alcançar faturamento de R$ 1,6 bilhão. Em 2011, a empresa e suas coligadas faturaram aproximadamente R$ 900 milhões e seus investimentos somaram R$ 200 milhões. No Paraná, a empresa atua em Londrina. Atualmente, o foco das discussões no segmento de resíduos tem sido a adequação dos municípios á  Política Nacional de Resíduos Sólidos. Nesse contexto, o grupo obteve conquistas importantes, como a inauguração das Indústrias de Valorização de Resíduos (IVR) de São Leopoldo e Giruá (RS), e da BOB Ambiental na região metropolitana do Rio de Janeiro, em Belford Roxo.

As IVRs têm como propósito promover a valorização do resíduo, através da reutilização, reciclagem, compostagem e aproveitamento energético dos resíduos, de modo a encaminhar aos aterros sanitários somente rejeitos que não tenham possibilidade de aproveitamento. Em 2011, foi constituída também a Companhia Riograndense de Valorização de Resíduos e, próximo ao final do ano, a InovaGestão de Serviços Urbanos assumiu o contrato de limpeza urbana do município de São Paulo, dentro do conceito Cidade Limpa.

Em outro mercado importante, Minas Gerais, a Viasolo – empresa do Grupo – fechou o ano com a contratação emergencial de limpeza pública em Belo Horizonte, renovou e ampliou contratos, além de conquistar a primeira concessão, no estado, na modalidade PPP em Alfenas.

A companhia presta serviços de coleta domiciliar, seletiva, hospitalar, varrição de ruas, lavagem de vias públicas, limpeza de galerias, capina, pintura de meios-fios e limpeza de praias, além de operar e gerenciar as IVRs (antigos aterros sanitários), unidades de reciclagem, compostagem, beneficiamento de entulho, tratamento de resíduos de saúde e estações de transbordo.  A Vega está capacitada para instalar sistema de captação e valorização de biogás, como o Aterro Metropolitano Centro, instalado em Salvador (BA), operado através da coligada Battre, o primeiro aterro no mundo a receber créditos de carbono, certificado pela ONU.

Preocupada em estar sempre na vanguarda, a Vega, utiliza-se de frota equipada com computador de bordo, acompanhamento via GPS, cá¢meras de monitoramento, coleta lateral, entre outras tecnologias que beneficiam a operação. Com aproximadamente 16 mil colaboradores, a Vega realiza anualmente, em média, a coleta de 3,3 milhões de toneladas de resíduos e a varrição de 1,3 mil km de ruas, atendendo 12,1 milhões de pessoas, aproximadamente. A Vega atende, diretamente ou através de controladas, as cidades de Araçatuba, Botucatu, Itaquaquecetuba, São Bernardo do Campo, São Carlos e São Paulo (SP), Barra Mansa e Belford Roxo (RJ), águas Claras, Camaçari e Salvador (BA), Canoas, Farroupilha, Giruá, Minas do Leão, Novo Hamburgo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Maria e São Leopoldo (RS), Londrina (PR), Alfenas, Belo Horizonte, Betim, Caeté, Divinópolis, Lavras, Montes Claros, Sabará e Sete Lagoas (MG), Santa Cruz de La Sierra (Bolívia)

Deixe uma resposta

Top