You are here
Home > Transportes > Ferroeste, Rumo ALL e Governo do Paraná se reúnem para discutir ferrovias

Ferroeste, Rumo ALL e Governo do Paraná se reúnem para discutir ferrovias

Governador Beto Richa durante reunião de apresentação do Plano de Investimentos da Rumo ALL na malha ferroviária do Paraná.Curitiba.
Governador Beto Richa durante reunião de apresentação do Plano de Investimentos da Rumo ALL na malha ferroviária do Paraná.

Para discutir a questão ferroviária, o governador Beto Richa recebeu esta semana representantes do setor produtivo e dirigentes das duas operadoras ferroviárias que atuam no Estado, a Rumo ALL e a Ferroeste. O presidente da Ferroeste, João Vicente Bresolin de Araújo, considerou o encontro importante para alinhar concessionárias, governo e setor produtivo. “Temos atualmente dois grandes gargalos ferroviários. A ligação entre Guarapuava e Ponta Grossa e de Curitiba a Paranaguá. É imperativo para o Paraná retomar esses investimentos em manutenção”,
afirmou. No encontro, a Rumo ALL apresentou planos de investimento da companhia para o Estado nos próximos cinco anos. O montante previsto é de R$ 4,7 bilhões. Um dos objetivos é ampliar a participação da ferrovia no transporte de grãos até Paranaguá.

O governador Beto Richa ressaltou que a intenção é manter o diálogo com o setor produtivo para garantir mais melhorias na infraestrutura, um dos pilares da política de desenvolvimento do Estado. Já o secretário de Estado da infraestrutura e Logística, José Richa Filho, destacou a importância de integrar modais e a necessidade de melhorar a infraestrutura de trens no Estado.

Durante a apresentação da empresa, o presidente da Rumo ALL, Júlio Fontana, afirmou que a companhia vem acelerando investimentos de curto e médio prazo com o objetivo de melhorar as condições da malha ferroviária da empresa no Estado, que se deteriorou nos últimos anos.

Júlio Fontana informou que a empresa trabalha com projetos de curto e médio prazo e prevê investimentos de R$ 3,2 bilhões em expansão e R$ 1,5 bilhão em manutenção da malha ferroviária, com prazo de cinco anos. “Temos muitos desafios, como superar uma malha mal cuidada e terminais pulverizados, com locomotivas e vagões antigos e as restrições de acesso ferroviário pela Serra do Mar até Paranaguá”, disse.

Hoje, de acordo com Fontana, estão sendo realizadas intervenções em 256 quilômetros de malhar ferroviária no Estado, além da compra de locomotivas e vagões.

O Governo do Paraná já investiu R$ 10 milhões na malha da estatal Ferroeste e o número de locomotivas da empresa saiu de três, em 2010, para 15 em 2016. O número de vagões, saltou de 60 em 2010 para os atuais 420.

O presidente da Cotriguaçu, Irineo da Costa Rodrigues, ressaltou a importância dos investimentos em ferrovias para fazer frente ao crescimento da produção da região Oeste do Paraná. “Tenho certeza que dessa reunião surgirão grandes parcerias com as cooperativas”, disse Ágide Meneguette, presidente da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep).

Também participaram da reunião a vice-governadora Cida Borguetti, o secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara; o secretário-chefe de Gabinete, Deonilson Roldo; o diretor presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (APPA), Luiz Henrique Dividino; o presidente do Instituto de Engenharia do Paraná (IEP); Nelson Luiz Gomes, o vice- presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Vasconcelos; o presidente da Federação das Transportadoras de Cargas do Paraná (Fetranspar), Sérgio Malucelli; o presidente da Federação das Associações Comerciais do Paraná (Faciap), Guido Bresolin Júnior; o presidente da Associação Comercial do Paraná, Antonio Miguel Espolador Neto; e o superintendente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Nelson Costa.

Crédito da foto: Orlando Kissner/ANPr

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top