You are here
Home > Negócios > Greve dos caminhoneiros causa prejuízo diário para o comércio varejista de R$ 5,4 bilhões

Greve dos caminhoneiros causa prejuízo diário para o comércio varejista de R$ 5,4 bilhões

As paralisações dos caminhoneiros em protesto contra o aumento do preço dos combustíveis, que nesta sexta-feira (25) chega ao seu quinto dia, podem acarretar perdas diárias de vendas de até R$ 5,4 bilhões no varejo nacional, segundo cálculos da FecomercioSP. A entidade patronal aponta ainda que o prejuízo diário pode chegar a R$ 1,8 bilhão só no Estado de São Paulo.

A Associação Brasileira de Caminhoneiros (Abcam) organizou uma reunião na noite de quinta-feira (24) com o governo, mas não houve acordo para além do que já havia sido combinado entre as partes. Os sindicalistas afirmam que a greve será estendida até que o governo anuncie no Diário Oficial a isenção da CIDE (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico), que incide sobre os combustíveis.

Pedro Parente, presidente da Petrobrás, havia anunciado a decisão de reduzir o preço do diesel em 10% nas refinarias, mas a medida, que já foi aprovada na Câmara, precisa passar no Senado. O Congresso havia dado prazo de duas semanas para analisar a isenção, mas decidiu convocar uma sessão extraordinária para esta sexta-feira (25).

A Fecomercio afirma que “o setor de abastecimento já está em dificuldades para atender à demanda da população, que, assustada com as notícias, corre para os principais pontos de venda a fim de garantir o seu estoque”, diz comunicado da entidade patronal.

O setor aéreo também sofre com iminentes paralisações. O SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) disse, em comunicado, que treze aeroportos poderiam ficar sem combustível na quinta-feira caso não houvesse reposição de querosene. Alguns dos aeroportos citados pela entidade são Brasília (DF), Santos Dumont (RJ), Congonhas (SP), Confins (BH) e Recife (CE). A direção do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) orienta os usuários do sistema a entrar em contato com as companhias aéreas antes de tentar o embarque.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem escoltado caminhões-tanque até os aeroportos para que não haja paralisação do sistema aéreo.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top