You are here
Home > Congressos/Seminários > Curitiba recebe esta semana maior encontro da construção verde da América Latina

Curitiba recebe esta semana maior encontro da construção verde da América Latina

A cidade de Curitiba sediará, pela primeira vez, o principal evento de construção sustentável da América Latina. A 9ª Greenbuilding Brasil Conferência Internacional e Expo será realizada entre os dias 5 e 7 de novembro, no Salão Principal da Fiep/Cietep, no Jardim Botânico. Este ano, o evento será realizado simultaneamente com outros dois eventos: a 5ª edição do Smart Energy Paraná, voltado à eficiência energética e energias renováveis, e o ASHRAE Brasil Chapter, sobre a eficiência energética em edificações. Esses eventos têm por objetivo debater a importância da utilização de fontes renováveis de energia para o desenvolvimento, disseminar conhecimento técnico sobre o tema e promover a geração de negócios. A abertura deste ano será feita pelo Juiz Federal da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Dr. Sérgio Moro, com a participação da Governadora do estado do Paraná, Cida Borghetti.

O evento vai oferecer conteúdo técnico de expressividade aos profissionais, gestores públicos e acadêmicos de áreas como construção, arquitetura, engenharia, design, agronegócio, sustentabilidade, habitação, planejamento urbano e outras. Serão apresentadas mais de 35 Sessões Educacionais e 80 palestrantes (que farão palestras, apresentarão trabalhos técnicos), além de workshops e eventos de networking.

Segundo Felipe Faria, diretor executivo do Green Building Council Brasil (GBC Brasil) e presidente do Comitê dos GBCs das Américas pelo World Green Building Council, a sinergia entre os eventos é positiva e vai agregar valor aos debates. “A colaboração é chave para o sucesso de um movimento de transformação de mercado. Esta edição do Greenbuilding Brasil será icônica, posto que tornaremos o evento itinerante e a cidade escolhida é Curitiba, destacando as parcerias locais e a qualidade dos projetos na região Sul que lideram pelo percentual de projetos certificados LEED Platinum e pioneirismo nas certificações GBC ZERO ENERGY e GBC CASA e CONDOMÍNIO”, afirma.

O Brasil é um dos primeiros países a implementar uma certificação – Certificação Zero Energy Building – voltada à aceleração da geração de energia por fontes renováveis, ao conceito de geração distribuída e ao fomento de grandes avanços no que tange a eficiência energética. De acordo com Faria, o World Green Building Council firmou compromisso no COP Paris, estabelecendo a meta de garantir a autossuficiência energética das novas edificações até 2030, e em um segundo momento, todas até 2050, para garantir a reduções das 84 GTon de emissões, o suficiente para manter o aquecimento em até 1,5ºC. “A meta foi proposta a 10 unidades do Green Building Council no mundo e o Brasil é um deles”, completa o executivo.

Para Bruno Martinez, presidente do ASHRAE Brasil Chapter, a sinergia formada entre ASHRAE Brasil Chapter, que atua pela eficiência energética e qualidade do ar interno, o GBC Brasil, trabalhando pelas construções verdes, e o Smart Energy, que atua em prol da energia renovável é muito forte. “Nossa expectativa é que, juntos, podemos passar uma mensagem mais completa para todo o mercado, de como é possível se construir melhor e contribuir para o avanço do mercado da construção civil no caminho da sustentabilidade”, afirma Martinez.

Celso Kloss, coordenador da Smart Energy CIEI&EXPO, diz que com a união desses três eventos, a proposta é promover uma maior aproximação dos diferentes segmentos do setor de energias renováveis para discutir soluções e conhecer as principais novidades. “Afinal, todos os envolvidos têm temas complementares e um alinhamento muito forte na busca pelo desenvolvimento da sustentabilidade e energias renováveis”, afirma Kloss.

Destaques desta edição

Keynote Speaker: O Juiz Federal da 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, Dr. Sérgio Moro, fará a abertura do evento, dia 05/10, a partir das 19h00, no Cietep/Fiep, em Curitiba. Na oportunidade, o magistrado falará sobre conduta pessoal e de que maneira as posturas adotadas pelos indivíduos podem transformar o meio em que convivem. Na oportunidade, estará presente a governadora do Estado do Paraná, Cida Borguetti.

Irão compor a bancada o CEO do GBC Brasil, Felipe Faria; Superintendente da Rede Paraná Metrologia, Celso Kloss; Presidente da TECPAR, Julio C. Felix; Presidente da COPEL, Jonel Iurk; Presidente da FIEP, Edson Campagnolo; Presidente da ASHRAE Chapter Brasil, Bruno Martinez; Presidente do GBC Brasil Eduardo Eleutério.

Plenária de abertura
A plenária de abertura do evento será no dia 06/11, às 9h, e contará com a presença do prefeito de Curitiba, Rafael Greca. Na oportunidade, Greca, que também é economista, engenheiro e urbanista, falará sobre o avanço no mercado de construção verde na cidade, considerada por especialistas como um fenômeno neste segmento por apresentar crescimento expressivo no número de pedidos de registros e certificações já concedidas. Após a palestra, o prefeito assinará um convênio com a Companhia Paranaense de Energia (COPEL) para um futuro projeto com foco em eficiência energética.

Após a solenidade entre a prefeitura e a COPEL, o diretor executivo da Construtora Miojama, de Porto Alegre/RS, assim como Karla Silvia, proprietária da Karla Silva Decor, de Florianópolis/SC, anunciarão que todos os seus novos empreendimentos terão a certificação LEED, estimulando ainda mais o crescimento do movimento na Região Sul. Na oportunidade, o presidente da Uberlândia Refresco, Alexandre Biagi, fará o anúncio da certificação LEED Platinum e GBC Zero Energy de sua nova sede administrativa e o centro de logística. O próximo desafio da empresa é busca da certificação em sua nova planta industrial da Engarrafadora Coca-Cola.

Café da manhã com mulheres

“Liderando com propósito”: na quarta-feira, 07/11, às 7h, será realizada a Women in Green Power Breakfast, café da manhã que reunirá executivas e empresárias de grandes empresas brasileiras, que emergiram como líderes de destaque em sustentabilidade, e participam de forma efetiva no desenvolvimento da economia verde. O tema do café da manhã das mulheres é “Liderando com Propósito”, e contará com a presença de Maíra Macedo, gerente de relações internacionais e governamentais do GBC Brasil; Sandra Pinho Pinheiro, Sócia-Fundadora da construtora Petinelli; Patrícia Corrêa, gerente de desenvolvimento da Thermo King; Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba; Isabel Raad, sócia da construtora Laguna; e Liciany Ribeiro, proprietária da Ribeiro Solar.

Entre os temas discutidos no café estão “as principais barreiras e desafios vencidos pelas executivas”, “quais foram e de onde vieram os incentivos mais importantes para se vencer essas barreiras”, “quais as inspirações pessoais para exercer liderança”, “quais as motivações que buscam trazer para outras pessoas e seus propósitos”.

Entrega de placas: no palco da cerimônia de abertura do evento, o Green Building Council Brasil fará cerimônias para entrega de placas para empreendimentos que receberam, recentemente, a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental). É o caso da sede da RAC Engenharia e escritório da Construtora Petinelli, que receberam a certificação “GBC Zero Energy” – para empreendimentos que se utilizam de uma combinação de tecnologias focadas em eficiência energética, bem como a geração de energia por fontes renováveis. Na oportunidade, os membros do GBC também entregarão uma placa de certificação WELL para a empresa BR Properties. Esta certificação é baseada no monitoramento dos impactos dos empreendimentos na saúde e bem-estar de seus ocupantes.

Programa de voluntários

A edição deste ano receberá cerca de 70 estudantes de graduação, pós-graduação e curso técnico de estados como São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Alagoas, Maranhão, Ceará, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal, para trabalhar durante um período de quatro horas/dia, na organização do evento. Como contrapartida, os alunos terão a oportunidade de assistir, gratuitamente, às sessões educacionais.

Visitas técnicas: no dia 08/11, a organização do evento promoverá visitas técnicas dos visitantes a empreendimentos de destaque nas certificações LEED, GBC Casa e GBC Zero Energy. As visitas estão divididas em três roteiros:

· Roteiro 1 (08/11, das 8h15 às 12h30): visita à sede da RAC Engenharia (1º empreendimento no Brasil a receber a certificação LEED Platinum – Zero Energia e Água) e SENAC (LEED Platinum).

· Roteiro 2 (08/11, das 13h15 às 17h30): visita à sede da AR 3000 Cabral Corporate & offices (LEED 2009 CS Platinum) e Sede da Petinelli (primeiro edifício no Brasil com certificação LEED V4 O+M Platinum via Plataforma ARC).

· Roteiro 3 (08/11, das 8h15 às 12h30): visita ao Edifício Ícaro (GBC Condomínio), empreendimento de alto padrão localizado em Curitiba, que traz em sua concepção o conceito de “casas suspensas”, proporciona uma economia de quase 35% no consumo de energia em todo empreendimento, na comparação a um edifício tradicional. A segunda visita do dia será à Residência M&L (em processo de certificação GBC Casa), autossuficiente em energia, com toda a geração produzida no próprio telhado por meio de placas voltaicas e gerador eólico.

o As visitas técnicas têm saída e retorno da sede da FIEP, com valor de R$ 190,00, e os convites devem ser adquiridos por meio do link a seguir: https://evento.smartenergy.org.br/visitas-tecnicas/.

Exposição: A exposição do evento contará com a presença de instituições e empresas que apresentarão serviços e produtos para a produção de energias renováveis, assim como tecnologias para tornar o consumo energético mais eficiente, além construtoras que possuem empreendimentos com Certificação LEED e novas tecnologias para tornar uma construção sustentável. Entre os expositores estão:

· Copel: apresentará tecnologias para monitoramento da rede elétrica que está sendo implantadas em Ipiranga (PR), a primeira Eletrovia implantada no Brasil e um novo mapa de energia solar.

· FAAD Energy: empresa que executa projetos de usinas de geração de energia limpa aos consumidores interessados em gerar a própria energia, construindo usinas geradoras de energia e alugando os equipamentos ao cliente que, mensalmente pagam pela locação, Atualmente, a empresa está construindo em Palmeira, nos Campos Gerais, o primeiro complexo fotovoltaico privado do país, e o primeiro a operar em minigeração distribuída. Mais informações no release abaixo.

· Premium Solar: empresa com linha completa composta de painéis fotovoltaicos, inversores, cabeamento, baterias, conectores e demais acessórios para instaladores

· Construtora Laguna: mostrará o projeto de um de seus edifícios mais recentes, o LLUM, o primeiro prédio residencial do país a conquistar a pré-certificação ambiental LEED Ouro, segundo maior nível de sustentabilidade dentro dos pré-requisitos exigidos pela certificação.

· Plaenge Industrial: construtora responsável pela primeira fábrica verde certificada no Brasil: a Matte Leão, na região de Curitiba e a obra da Geo Energética em Tamboara, no Paraná, reconhecida como a primeira geradora de energia do país a conseguir a certificação. A empresa ainda é responsável pela construção dde 60% das obras da Coca-Cola no Brasil, incluindo a fábrica da Femsa, no Paraná, que recebeu dupla certificação: LEED Ouro e Prata e o Centro de Distribuição Caju, no Rio de Janeiro, que obteve a certificação LEED Platinum.

· Honeywell: empresa com soluções conectadas que envolvem todas as tendências de tecnologia para tornar um edifício inteligente, como IoT, Big Data e Inteligência Artificial, apresentará um case desenvolvido em um condomínio em São Paulo, Torres Ibirapuera, que demonstra como as tecnologias de automação podem gerar resultados reais em um curto espaço de tempo e impactar a eficiência operacional. O empreendimento conta com a certificação internacional LEED EBO&M de Nível Silver.

· Engepoli Soluções Sustentáveis: desenvolve produtos na área de iluminação e ventilação natural, que visam transformar obras convencionais em construções sustentáveis, como o Sistema Skylux Prismático Diffuser, um sistema de iluminação natural que proporciona a entrada da luz no ambiente com uma amplificação por meio do formato completamente angulado, com microprismas e protuberâncias, tornando o sistema 35% mais eficiente que os sistemas comuns já existentes no Mercado.

· Saint-Gobain: mostrará suas soluções para obtenção de conforto térmico, acústico, lumínico e qualidade do ar interno. O Grupo possui um Centro de P&D em Capivari, interior de São Paulo, certificado com o selo LEED Gold, onde são realizadas pesquisas para o desenvolvimento e codesenvolvimento dessas soluções, além do aperfeiçoamento das linhas de produtos existentes.

· Johnson Controls Building Technologies &Solutions: apresentará seu portfólio de produtos e serviços que englobam todos os aspectos de um edifício – sistemas de segurança, gerenciamento de energia, proteção contra incêndio ou HVACR mais seguro, inteligente e sustentável.

· Rain Bird: líder mundial em produtos para irrigação, apresentará seus serviços de irrigação inteligente no evento. A empresa conta com mais de quatro mil produtos, que ajudam a tornar um edifício verde para obtenção da Certificação LEED. A empresa foi a criadora do primeiro aspersor de impacto da história da irrigação pressurizada, em 1935, que inaugurou uma nova era na irrigação mundial. Em 1990, esse aspersor foi condecorado pela American Society of Agricultural Engineers e indicado como um marco historico.

· Também estarão presentes a Petinelli, especializada em consultoria para obtenção da Certificação LEED, Philips, Cresol, RAC Engenharia, Arquitetare, Datatem, Auxtrat, e Lactec.

Panorama sobre a energia e as construções verdes

Atualmente, o Brasil é o 4º país no ranking mundial de edificações certificadas como sustentáveis (certificação LEED – Leadership in Energy and Environmental Design – certificação renomada no mercado imobiliário internacional, presente em 167 países). Há no Brasil hoje 1.308 projetos registrados e destes, 504 certificados. Os edifícios verdes alcançaram um patamar histórico, deixando de ser um privilegio das construções de alto padrão e chegando às escolas, creches, lojas de varejo, comércio, residências, hospitais, entre outras edificações, públicas ou privadas.

A energia e a construção civil são dois dos segmentos mais importantes para a economia e sociedade brasileira. Segundo dados do IBGE, a construção civil representa 11,3% do PIB do país (incluindo as atividades imobiliárias), enquanto que a energia representa 2,7%. Segundo mostra o Plano Nacional Energético – EPE para 2050, 48% do consumo de energia do país é proveniente de edificações, incluindo residências, edifícios comerciais e públicos e, até 2015, haverá um aumento de 148% no consumo de energia no setor de edificações.

No Brasil, 40% da energia gerada é proveniente de fonte renovável, grande parte de hidrelétricas, que representam três vezes a média mundial. Já no quesito energia solar, o país apresenta potencial de geração de 28.500 GW. O crescimento do mercado de energia fotovoltaica em 2017 no Brasil foi de 256,48% e foram registradas 27.605 edificações com geração distribuída em maio 2017, contra 7.807 em 2016.

O Paraná, onde os eventos serão realizados, produz 94,4% da energia gerada por hidrelétricas no Brasil e consome o equivalente a 17,1% da energia nacional e 59,5% do que é consumido em toda a região Sul. Trata-se do 5º estado com maior geração de energia fotovoltaica do Brasil. Em 2018, o Paraná registrou 2 mil edificações em micro e mini geração de energia, sendo 300 na capital e região metropolitana de Curitiba.

Em termos de certificação verde, a taxa anual de crescimento de edifícios sustentáveis no Brasil é de 41%. Já na região Sul é de 79,6%. A Região Sul se destaca pela qualidade dos projetos verdes certificados. Isso se verifica no percentual elevado de edificações certificadas LEED Platinum, maior nível da certificação verde. Ademais, a Região Sul lidera o número de projetos na certificação GBC ZERO ENERGY e Curitiba concentra o maior número de edificações registradas no GBC CASA e CONDOMÍNIO.

Esse crescimento é o resultado dos benefícios que as construções verdes oferecem. Estudo da Universidade de Harvard aponta que os ganhos financeiros atrelados às mudanças climáticas e melhoria com saúde e bem estar oferecidos pelas edificações verdes são de 16,05 dólares por metro quadrado. Nesse cenário, de 2007 a 2016, o Brasil gerou uma economia total de 348 milhões de dólares, sendo 251 milhões em economia de energia.

Estudo feito por pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Odilon Costa e Wesley Mendes da Silva, analisou mais de 2.000 prédios comerciais na cidade de São Paulo, entre o 1º trimestre de 2010 e o 3° trimestre de 2014 e comprovou que as construções verdes recebem uma valorização por metro quadrado no aluguel de 4% a 8%. Também identificou que as construções verdes registraram taxa de vacância de 28,6% contra 34,1% nas edificações não certificadas. Outro ponto avaliado é que prédios verdes têm taxas de condomínio com valores entre 15% e 25% abaixo dos valores cobrados em edifícios convencionais.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top