You are here
Home > Economia > 71% das empresas oferecem plano de saúde com coparticipação

71% das empresas oferecem plano de saúde com coparticipação

Com uma elevação de preços historicamente muito acima da inflação, uma saída encontrada pelas empresas para diminuir os custos com planos de saúde têm sido a prática da coparticipação. De acordo com a Pesquisa de Benefícios Aon 2018-2019, 71% das companhias já adotam este tipo de modelo de assistência médica, número que cresceu 6% desde que o último estudo foi publicado, há dois anos.

Em sua 12ª edição, o levantamento contou com 640 empresas participantes, somando cerca de 2,3 milhões de colaboradores analisados. De acordo com o estudo, o cenário de recessão econômica levou as organizações a reduzirem alguns custos. O número de companhias que disponibilizam mais de um nível de plano médico teve retração de 14%, enquanto as que oferecem assistências em mais de uma operadora caiu 11%.

O montante de organizações que não permite o upgrade ainda subiu de 63% para 74%. Diante desse cenário, e como forma de trazer um melhor aproveitamento de recursos nesta área, muitas organizações já adotam a gestão de saúde, que apresentou aumento de 22%.

“Apesar do custo elevado, as assistências médicas continuam sendo o benefício mais comum entre as empresas, incentivo que se manteve presente em 99% das companhias, mesma quantidade registrada no levantamento feito em 2017”, explica Paulo Jorge Cardoso, Vice-Presidente Executivo de Saúde e Benefícios da Aon. Para o executivo, além de ser considerada fundamental para atrair e reter talentos, a oferta do plano de saúde traz mais segurança e tranquilidade aos funcionários, possibilitando mais produtividade e valorização dos profissionais.

Estudo

O levantamento analisou 640 empresas de todo o Brasil para oferecer uma abrangente análise sobre o segmento de benefícios no país, incluindo as melhores práticas e tendências. No ranking dos incentivos mais comuns no mercado de trabalho, depois do plano de saúde, os benefícios mais comuns são o seguro de vida e plano odontológico.

Nesta edição da Pesquisa de Benefícios Aon, o número de organizações participantes subiu 19%. Entre os perfis mais representativos, 37% das empresas entrevistadas têm até 500 colaboradores, 15% entre 500 e 1 mil funcionários e 23% de 1 mil a 3 mil profissionais.

Os insights da Pesquisa foram apresentados, pela primeira vez, durante o Fórum de Benefícios 2019 da Aon, que aconteceu em São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro e reuniu mais de mil pessoas. O evento, que é um dos maiores do mercado, contou com a participação de especialistas para tratar de tendências do segmento de benefícios, além de temas como reforma da Previdência e inovação.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top