You are here
Home > Negócios > Casa Bauduco anuncia expansão de 25 novas unidades este ano

Casa Bauduco anuncia expansão de 25 novas unidades este ano

A Casa Bauducco, rede de lojas pertencente à Pandurata Alimentos, dona da Bauducco, anuncia programa de expansão de 25 novas unidades para o ano. Atualmente a rede conta com 60 lojas em operação e pretende alcançar 85 lojas até o fim de 2019. A meta é alcançar 300 lojas distribuídas pelo país até 2024. Em receita, a companhia cresceu 62% no ano, saindo de R$ 37 milhões em 2017 para R$ 60 milhões em 2018.

Para dar continuidade ao seu modelo de expansão, a Casa Bauducco já programa para este ano a chegada no Nordeste, nas cidades de Salvador e Recife. “O Nordeste é um mercado atrativo para a marca Bauducco e para a nossa operação com a Casa Bauducco onde pretendemos ampliar para os próximos anos”, destaca Renata Boock de Freitas Rouchou, Diretora de Expansão e Franquias da Casa Bauducco.

Para ampliar a presença no país, o olhar estratégico da marca para diversos modelos de lojas ampliou a possibilidade de crescimento – principalmente no Sudeste e Sul. Inicialmente A Casa Bauducco operava em shoppings centers, mas a solidez do negócio permitiu uma dinâmica de atender diversos espaços comerciais – como aeroportos, prédios comerciais, hospitais e lojas de ruas, o que garante uma visibilidade mais ampla do potencial de investimento em uma franquia da rede.

Acompanhando esta dinâmica do modelo de negócio, a rede também traz uma novidade para os franqueados este ano. Em fase de testes, o projeto piloto do Tuk Tuk Casa Bauducco já começou a operar. O modelo é um Tuk adaptado para comercializar 70% dos itens da loja. “Este modelo permitirá aos franqueados ampliar a operação do negócio em prédios comerciais ou regiões para testar a possibilidade de abertura de uma unidade – é um sistema que prevê um faturamento equivalente a 60% de uma loja mensalmente”, explica Renata.

A essência da Casa Bauducco é trazer uma Loja–Combinação de café e empório, com baixa manipulação de alimentos, sendo que 85% do fornecimento dos produtos são feitos diretamente pela própria Casa Bauducco, na unidade central da própria empresa, em Guarulhos. “Nós transformamos o tradicional cafezinho com a fatia de panettone quentinho, um item que pode ser consumido o ano todo, tornando um hábito cada vez mais frequente dos consumidores”, enfatiza Renata.

Por ser um modelo de negócio que se destaca frente aos concorrentes, a rede recentemente fez adaptações em suas embalagens. “Hoje mais de 30% de nossas vendas são de consumidores que compram itens para desfrutar em sua residência ou presenteáveis o que reforça o valor agregado de nossos itens”, explica Renata.

O franqueado Casa Bauducco também conta com um reforço fundamental: a tradição da marca em ser a maior referência do panettone no mundo, e também em ser um laboratório para criação de outros produtos icônicos como pão de mel, crostata e uma linha de itens salgados. “Além de nosso portfiólio que atende a diversos momentos de consumo, os itens sazonais e os lançamentos da marca contribuem diretamente para impulsionar as vendas da unidade”, completa a executiva.

A marca tem em seu DNA a inovação de novos produtos e já programa novidades para o segundo semestre. “Vamos trazer novidades no segundo semestre deste ano, e claro, o toque caseiro de nossas receitas são ingredientes fundamentais desta combinação”, completa Renata.

Atualmente, a Casa Bauducco conta com 60 lojas, sendo sete unidades próprias e 53 franquias, distribuídas nas principais praças, como São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Curitiba, Londrina, Porto Alegre, Vitória, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, entre outras.

A Casa Bauducco também coleciona diversos reconhecimentos como o Selo de Excelência da Associação Brasileira de Franchising, a mais importante chancela do mercado de franquias brasileiro, pelo segundo ano consecutivo (2018-2019). Além deste soma-se o Design do Varejo do Retail Design Institute (2013), Inovação em Formato de Loja (2013), Loja Destaque em Shoppings Centers (2014), entre outros.

FRANQUIAS CASA BAUDUCCO
Investimento
inicial
Entre R$400 a 600 mil (além do ponto comercial)
Capital de giroR$ 35 mil
Taxa de franquiaR$ 60 mil
Taxa de royalties6%
Taxa de marketing2%
Faturamento
médio mensal
R$100 a R$150 mil
Lucro líquido12% a 15% do faturamento
Prazo médio
de retorno
De 24 a 36 meses
Número de
funcionários
Em média 7 por loja
Área da unidade45/55 m²
Região interesseBrasil
ContatoRenata Boock de Freitas Rouchou expansaocasabauducco@bauducco.com.br
Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top