You are here
Home > Artigos > Explorando os cinco sentidos no ponto de venda

Explorando os cinco sentidos no ponto de venda

Assim como o consumidor mudou, o ponto de venda evoluiu. O local, que antes era considerado um “armazenamento” de produtos ou serviços, passou um ponto de experiência do cliente com o propósito da marca e do negócio. A atenção deles é agora despertada e conquistada não só pela qualidade do item comercializado naquele local, mais por meio de todos os sentidos, individualizados em importância – há quem seja mais visual, mais auditivo ou olfativo.

Nesse sentido, vale explorar na loja o maior número de ofertas para todos esses estímulos, a fim de captar mais clientes, e, realmente, proporcioná-los a melhor experiência, com grande atenção ao detalhe, ou aquele mínimo, que pode aumentar ou destruir a admiração e confiança no negócio. O desleixo, falta de cuidado e coerência do marketing com a oferta no PDV, mau atendimento, por exemplo, são fatores que afastam pessoas daquele local e prejudicam a imagem e o faturamento.

Tendo em mente que tudo comunica, o mobiliário, a iluminação, a disposição dos produtos, o contato com os atendentes, as cores escolhidas para compor o local, o som ambiente devem formar a credibilidade da empresa, tornando-se fatores determinantes para formar fãs e pessoas que admirem o negócio, seja ele de que tamanho ou setor for.

Colocar uma playlist com músicas que remetam a infância numa loja cujo foco é entretenimento infantil, faz todo o sentido, por exemplo; assim como montar uma história com “passos” a serem seguidos para uma viagem e experiência única do consumidor na compra do seu produto; que terá um aroma caraterístico presente no PDV – criado, especialmente, com esse fim.

Tudo faz parte do encantamento e do envolvimento com seu cliente, fazendo-o imergir naquela situação na melhor. Pensar e viver aquela compra ou usufruto do serviço deve ser um momento único, em que a pessoa só viverá naquele local. É necessário manter a singularidade, a curiosidade e os sentidos que vão despertar boas memórias e sentimentos, e que trarão vontade de “quero mais”.

Como é um ponto de experiência, tudo é válido para deixar experiência ainda mais incrível e converter em venda!

O artigo foi escrito por Natiele Krassmannm, que é Co-fundadora da Criamigos.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top