You are here
Home > Negócios > Sebrae mapeia cinco dicas para montar uma vitrine

Sebrae mapeia cinco dicas para montar uma vitrine

A vitrine é o primeiro canal de contato físico do cliente com a loja e é responsável por até 75% das decisões de compra. Por este motivo, ter um cuidado especial com a organização dos espaços é fundamental para atrair e cativar a clientela. Afinal, um bom layout agrega valor às marca, e para que isso aconteça, planejamento e ação são ferramentas necessárias. Para montar uma vitrine atrativa e que efetivamente chame a atenção dos consumidores e encante os clientes, vale investir em um planejamento focado no uso do espaço de maneira estratégica, não apenas expondo os produtos, mas ajudando a fortalecer sua marca.

O Sebrae reuniu cinco dicas para quem busca orientações e inspiração para montar a vitrine da forma mais assertiva. Confira as sugestões:

Iluminação
A iluminação focada é uma ótima estratégia quando se quer valorizar um produto. Eles podem ser dispostos para valorizar a composição, no caso do uso de displays. A iluminação em foco também pode estar direcionada de forma mais geral. Neons, abajures e outros tipos de iluminação são soluções criativas para montar uma vitrine diferente.

Temas
O ato de decorar vitrines e ambientações é uma arte complexa, uma vez que é necessário colocar-se no ponto de visão do consumidor e tentar compreender o que mais agrada e chama a atenção do seu público-alvo. A escolha de um tema para a montagem da vitrine pode estar associada às estações do ano ou a datas comemorativas, por exemplo. Seja qual for a temática escolhida, o objetivo é despertar a atenção do consumidor, apresentando produtos e serviços em pequenas histórias montadas em vidraças ou dentro das lojas.

Elementos inusitados
Elementos diferentes também podem ser utilizados nas áreas de exposições. As datas comemorativas, por exemplo, são ótimas oportunidades para trabalhar temas específicos ao expor os produtos, tornando a vitrine atrativa. Outra opção é, em lugar de temas genéricos, pensar em temáticas específicas que fogem dos clichês habituais.

As vitrines temáticas devem oferecer aos possíveis clientes uma experiência sensorial que os levem a ficar tão interessados a ponto de entrar na loja e comprar um produto. Ambientar a vitrine criando cenários que contam uma narrativa, é uma estratégia muito utilizada, mas que ainda funciona muito bem.

Texturas
Elementos com texturas também ajudam a compor um visual diferenciado para a vitrine e para o ambiente da loja. O aspecto macio, liso, rugoso ou brilhante de uma superfície ajuda a chamar a atenção do potencial comprador. Vale ainda trabalhar com a criação de uma padronagem texturizada, por meio da repetição de um determinado elemento ou produto, criando um cenário diferenciado e atrativo.

Planejamento
É de extrema importância oferecer sempre movimento e novidade. Surpreender o cliente é fundamental. Nesse sentido, um planejamento cuidadoso e minucioso para a montagem da vitrine ao longo do ano, ajuda a explorar da melhor forma possível o potencial de cada produto ou coleção através da criatividade e com economia de recursos.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top