You are here
Home > Negócios > Comércio eletrônico fatura R$ 2,4 bilhões, de janeiro a agosto, no Paraná, e é uma boa alternativa para empreender

Comércio eletrônico fatura R$ 2,4 bilhões, de janeiro a agosto, no Paraná, e é uma boa alternativa para empreender

O comércio eletrônico continua faturando alto no Paraná. De janeiro a agosto, as vendas através do e-commerce em todo o estado somaram R$ 2,4 bilhões, dos quais, R$ 727 milhões se referem apenas a vendas fechadas em Curitiba. Os dados fazem parte de um estudo do movimento Compre&Confie em parceria com a Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.

Quem está pensando em ingressar neste setor é preciso ter alguns pontos bem definidos para que o negócio dê certo, pois mais de 80% dos pequenos empresários quebram logo no primeiro ano por não cuidarem do planejamento.

A criação de uma loja virtual é um processo que exige cautela e pode ser realizado pelo próprio empresário, mas é importante que possua um mínimo de conhecimento técnico de informática e conheça o mercado.

Algumas empresas especializadas em plataformas oferecem roteiros em seus sites que permitem a implantação e utilização de softwares para o desenvolvimento da loja, com baixo nível de complexidade. No entanto, dependendo do modelo da loja virtual e necessidade de customização, o mais comum é que o empresário contrate técnicos que assumam o encargo de preparar todo o processo para colocar a loja no ar. Agora, vale lembrar que tudo que é desenvolvido com exclusividade, tende a levar mais tempo e o investimento financeiro é maior.

Outro ponto importante e que o empresário deve tomar o máximo cuidado é com o serviço de hospedagem da loja virtual, para que tenha alta disponibilidade e segurança, para que o sistema permaneça estável e a possibilidade de fraudes site seja dificultada ao máximo. É importante também que a forma de apresentação de uma loja virtual, em sua estrutura e layout, transmita confiança e credibilidade para os consumidores no processo de compra.

A escolha do segmento também é muito importante. O empreendedor deve dar preferência a um nicho de mercado para reduzir as concorrências com os grandes players de mercado, se dedicando a um setor com menor concorrência, ou então ainda inexplorado.

Palestras ajudam a montar e operar uma loja online

Os curitibanos interessados em entrar nesse segmento podem participar das palestras gratuitas que serão promovidas pela camara-e.net no dia 12 de setembro, no Sesc da Esquina. Além de oferecer todo o conteúdo teórico que ensinará aos participantes como abrir, montar e operar uma loja online, o Ciclo MPE, como é chamada a ação, tem um grande diferencial: o lado prático.

Em apenas 40 minutos, os participantes do Ciclo MPE montarão ao vivo uma loja virtual. “A nossa preocupação é mostrar aos participantes como é possível vender o seu produto ou serviço online e ter sucesso na criação da sua loja, por isso temos a iniciativa de apresentar todo o passo a passo e esclarecer as eventuais dúvidas”, afirma Felipe Brandão, secretário executivo da camara-e.net.

Entre os temas que serão abordados nas palestras estão: como planejar uma loja virtual de sucesso, logística, meios de pagamento na internet, marketplace, marketing digital e vendas online.
“É fundamental que os participantes conheçam o mercado em que pretendem investir. Os dados do Compre & Confie revelou, por exemplo, que as mulheres curitibanas compraram mais pela internet do que os homens – 50,6% e 49,4%, respectivamente”, declara Brandão.

Outro dado importante do levantamento Compre & Confie em Curitiba mostra quais categorias mais faturaram: Eletrodomésticos e Ventilação (22,1%); Moda e Acessórios (13,8%); Telefonia (10,8%); Entretenimento (10,5%); e Informática e Câmeras (9,9%).

O Ciclo é uma boa oportunidade para quem deseja empreender, ter uma renda fixa, está desempregado ou até mesmo pensa em ser o seu próprio chefe. Está em sua 16ª edição e tem o patrocínio master dos Correios e do Governo Federal.

Para acessar a programação completa e inscrever-se, acesse o site do Ciclo MPE 2019 (ciclo-mpe.net/web/inscricao/index?eventid=191)

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top