You are here
Home > Consumo > Portais de reclamação são cada vez mais buscados por consumidores insatisfeitos

Portais de reclamação são cada vez mais buscados por consumidores insatisfeitos

Portais de reclamação têm se tornado cada vez mais populares no país. Eles prometem facilitar o contato dos clientes com as empresas e agilizar a resolução de problemas. O site ReclameAQUI está no ar desde 2001 e é considerado a principal ferramenta para manifestações de consumidores insatisfeitos com produtos ou serviços.

No portal, as empresas cadastradas têm a oportunidade de responder às reclamações publicamente e oferecer soluções. São mais de 15 milhões de usuários cadastrados, além de 120 mil empresas. Estima-se que diariamente, mais de 700 mil pessoas pesquisam as reputações das empresas antes de fechar um negócio.

É o caso do empresário Humberto Otaviano, de 34 anos. Ele passou a utilizar a plataforma após se frustrar com os Serviços de Atendimento ao Consumidor disponibilizados pelas companhias. “Acho que [o site] é uma ferramenta muito importante que veio para ajudar os consumidores e auxiliar as empresas a prestarem um bom atendimento”, diz Otaviano.

Ele conta ainda que criou o hábito de realizar compras apenas depois de checar a reputação das empresas no ReclameAQUI. “Hoje eu faço negócios com empresas, principalmente compras online nos e-commerces, depois de fazer uma verificação no site. Faço isso para ver a reputação da empresa, saber quanto tempo demora para entrarem em contato comigo caso ocorra algum problema”, explica o empresário.

O site disponibiliza rankings divididos por categorias, como melhores índices de solução e empresas com maior possibilidade de retorno do cliente para fechar um novo negócio. Aquelas que respondem mais rápido e solucionam mais problemas constroem uma reputação positiva. Segundo Felipe Paniago, diretor de operações do ReclameAQUI, o objetivo do portal é melhorar o ambiente de consumo de uma forma que, tanto consumidores quanto empresas, sejam beneficiados.

“Caso você tenha vivido algum problema com uma empresa, você tem um canal fácil e sem burocracia para reclamar. A reclamação fica exposta, e outros consumidores podem ler esse conteúdo e entender o problema que aconteceu”, esclarece Paniago.

O diretor destaca que as empresas são diretamente beneficiadas quando fornecem um bom atendimento no site. “É bom responder, é bom você estar em contato com o consumidor no canal que ele queira falar com você porque isso gera reputação. E reputação gera novas vendas”, disse.

Se um consumidor deseja reclamar de uma empresa que não está cadastrada no ReclameAQUI, ele pode solicitar o cadastramento da companhia. Para isso, deve enviar os dados da empresa para o site que faz a análise e realiza o procedimento.

O advogado Igor Britto, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), afirma que é importante que o consumidor busque contato primeiro com o SAC dos estabelecimentos. “É importante o consumidor buscar essa solução diretamente com a empresa e, não conseguindo êxito, ele pode buscar uma dessas plataformas. Reclamar é um ato inerente do cidadão e do indivíduo consciente dos seus direitos”.

Israel Medeiros – Agência RadioMais

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top