You are here
Home > comércio > Vestuário e brinquedos são os presentes preferidos para o Natal

Vestuário e brinquedos são os presentes preferidos para o Natal

Dezembro começa inaugurando a melhor temporada de vendas para o comércio. O clima de Natal já toma conta das ruas, espaços públicos, casas e estabelecimentos comerciais e a partir de agora os consumidores farão as compras natalinas, ainda mais com a primeira parcela do 13º salário no bolso.

Segundo sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), 74% dos paranaenses pretendem presentear neste Natal. O percentual é menor do que no ano passado, quando 81,7% dos entrevistados planejavam comprar presentes.

Em média, cinco pessoas devem ser presenteadas, sendo que cresceu a parcela dos paranaenses que pretendem presentear mais de 10 pessoas, com 5,4%. Os que devem presentear até cinco pessoas somam 70,7%, e os que planejam comprar presentes para a faixa de seis a dez pessoas somam 23,9%.

Tipo de presente

A categoria vestuário ocupa a primeira colocação no ranking dos itens mais considerados para a data, com 73,3%. Na sequência estão os brinquedos, com 46,2%, cosméticos com 34,4% e calçados com 30,3%. O varejo de moda e de brinquedos terá mais destaque neste Natal na comparação com o ano passado.

Com 5,9%, os artigos de livraria tiveram redução em relação a 2018, quando foram a opção de presente mencionada por 16,8% dos consumidores. Dinheiro em espécie (2,3%), eletrodomésticos (1,4%), celulares (1,4%), viagens (0,9%), tablets e notebooks (0,5%) também foram citados.

Valor do presente

O levantamento da Fecomércio PR também revelou que os consumidores devem gastar cerca de R$ 285,00 em presentes. Em relação ao ano passado, a média de gastos geral será 9,56% menor neste ano – o tíquete médio em 2018 foi de R$ 312,25.

A maior parte dos paranaenses, 38,7%, deve ter gasto total em presentes na faixa de R$ 201,00 a R$ 500,00. Parcela semelhante, 37,8%, planeja gastar entre R$ 101,00 a R$ 200,00. Outros 14% pretendem desembolsar menos do que R$ 100,00, enquanto 6,8% pretendem gastar entre R$ 501,00 a R$ 1.000,00. Os que estão dispostos a investir mais de R$ 1.000,00 para agradar pessoas que lhes são queridas neste Natal correspondem a 2,3%.

Forma de pagamento

A sondagem verificou que os paranaenses não querem se endividar para as compras de fim de ano e por isso 58,7% pretendem pagar os presentes à vista, tanto em dinheiro (31,7%) quanto no cartão de débito (27,1%). A opção de pagamento à vista é superior ao ano passado, quando 54,3% pagaram os presentes de Natal no ato da compra.

Os que cogitam parcelar as compras no cartão de crédito somam 29,8%, enquanto 11% devem optar pelo vencimento em parcela única. Apenas 0,5% pretende usar o carnê ou crediário como forma de pagamento.

Local das compras

O comércio de rua deve concentrar a maior parte das compras, com 51,2%, entre lojas do centro da cidade (38,9%) e lojas de bairro (12,3%), uma elevação de 5,6 pontos percentuais em relação a 2018. Os shoppings devem receber 26,1% do volume de consumidores, redução de 19,6 pontos percentuais na comparação com o ano passado.

As compras pela internet serão maiores neste ano, passando de 4,1% em 2018 para 12,8%. Já os paranaenses que pretendem apelar para o comércio informal somam 8,9% e os que vão fazer suas compras em hipermercados correspondem a apenas 1%.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top