You are here
Home > Finanças > Saiba qual é o futuro das criptomoedas

Saiba qual é o futuro das criptomoedas

Em 2018, as moedas virtuais apresentaram uma queda em relação aos anos que os antecederam, no entanto em 2019, tal investimento voltou a ser valorizado e possui grandes expectativas para 2020, porém especialistas já afirmaram ser um segmento de alto risco.

A criptomoeda mais famosa, vem despertando grande interesse nos brasileiros. Segundo dados do Google, foi registrado cerca de 1,2 milhões de buscas referentes aos bitcoins e altcoins (como são chamadas as outras moedas) e suas cotações no Brasil.

Roberto Cardassi, CEO e fundador da BlueBenx, empresa de tecnologia financeira, está bem otimista sobre o futuro dos bitcoins. ” Acredito que durante o ano de 2020, muitos jovens irão se interessar por esse novo investimento que pode gerar muitos lucros, apesar de ser bem arriscado, esse público gosta de adrenalina e de descobrir coisas novas, além de estarem 100% ligados ao mundo virtual, com uma facilidade muito grande de se envolver e entender essa realidade atual.”

Com esse pensamento, o fundador ainda complementa que o número de investidores pode chegar até três milhões, com uma valorização de 40% do Bitcoin apenas no primeiro semestre de 2020 e com um cenário entre 11 e 12 mil dólares.

O futuro está avançando rapidamente, e uma das especulações sobre as criptomoedas, é que elas podem ser inseridas até mesmo no cotidiano popular, facilitando meios de pagamento, comércios, programas de pontos, fidelidades e outros benefícios.

Sobre isso, William Batista, vice-presidente de operações da BlueBenx comentou: “muitas pessoas me perguntam se eu acredito e se vale a pena investir em criptomoedas, principalmente nos Bitcoins, que são os mais conhecidos. Minha resposta é sempre a mesma, as moedas digitais vieram para revolucionar o dinheiro como o conhecemos e se tornaram opções de investimento alternativo muito interessantes, exatamente por toda a oscilação que testemunhamos desde que foram criadas. Sem dúvida alguma que são o futuro financeiro, já que, praticamente, boa parte do que fazemos cotidianamente o fazemos por meios eletrônicos: comércio, bate-papos, compartilhamento de ideias e por aí vai.”

“Diversificar seus investimentos e apostar em novos mercados pode trazer uma certa insegurança, mas também pode oferecer uma performance melhor, com uma boa estratégia para crescer”, finaliza o CEO da BlueBenx.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top