You are here
Home > Finanças > Serviços de bancos digitais oferecem benefícios para quem busca melhorar as finanças em 2020

Serviços de bancos digitais oferecem benefícios para quem busca melhorar as finanças em 2020

No último ano, 21% dos consumidores que utilizam cartão de crédito adotaram o plástico oferecido por fintechs ou bancos digitais como meio de pagamento no dia a dia. É o que revela a pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Isso se deve a algumas vantagens oferecidas pelos bancos digitais, como isenção de anuidade, taxas mais baixas e a vantagem de resolver quase tudo pelo celular

Além disso, benefícios extras, como cartão de crédito com cashback e sem anuidade têm conquistado os consumidores, visto que o cashback é o benefício preferido por 54% dos brasileiro, ficando à frente das tradicionais recompensas como milhas e pontos.

Cashback é um plus na escolha do cartão de crédito:

Com o avanço dos bancos digitais, os brasileiros estão cada vez menos dispostos a pagar pelos serviços financeiros e querem expandir os benefícios das fintechs a produtos tradicionais, como o cartão de crédito, por exemplo. Por isso, ao longo dos últimos anos, o número de cartões que não cobram anuidade cresceu muito no mercado brasileiro. Nesse modelo inicial, o consumidor não paga para ter o cartão, mas também não tem direito a nenhum benefício.

Com o objetivo de recompensar seus clientes em mais momentos de compra, o Méliuz , empresa líder no segmento de cashback, em parceria com o Banco PAN, lançou o Cartão Méliuz, que devolve até 1,8% do valor das compras pagas com o cartão, sem cobrar anuidade ou qualquer taxa pelo benefício do cashback. O valor recebido pode ser resgatado para a conta corrente ou poupança, sem nenhum custo

O cashback extra de 1% oferecido pelo Cartão Méliuz é válido para todas as compras feitas em lojas online parceiras do Méliuz, iniciadas pelo site ou app da empresa, e pagas com o cartão. Já a porcentagem devolvida nas compras em outros estabelecimentos depende do valor final da fatura, podendo chegar a 0,8% do valor de cada compra.

Como receber cashback com o Cartão Méliuz:
1- Basta usar o Cartão Méliuz e o cashback das compras aparece no extrato do Méliuz;
2- Após o fechamento da fatura, o valor de cashback é informado no extrato;
3- O valor é confirmado após o pagamento da fatura;
4- Ao completar R﹩20 de saldo disponível na conta do Méliuz, é possível resgatar o valor do cashback recebido diretamente para a conta corrente ou poupança sem pagar nada por isso.

Para solicitar o seu, o consumidor só precisa acessar a página http://www.meliuz.com.br/cartão e se cadastrar no Méliuz para confirmar seu interesse. Após a confirmação, o cliente entra em uma fila de espera para poder solicitar de fato o Cartão Méliuz. As atualizações de status do pedido são notificadas via e-mail ou SMS.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe um comentário

Top