You are here
Home > Consumo > Consumidor do futuro será mais conectado, exigente e seletivo

Consumidor do futuro será mais conectado, exigente e seletivo

O comportamento de compra das pessoas já demonstra sinais de como será o consumidor do futuro. Ele tende a ser cada vez mais conectado, empoderado, seletivo e exigente. Para que os supermercados consigam se adaptar a este novo consumidor, a Mercosuper Digital realiza no dia 18 de novembro, às 16h15, uma palestra com a sócia fundadora da Connect Shopper e especialista em varejo e comportamento do consumidor, Fátima Merlin. A feira acontece nos dias nos dias 18 e 19 de novembro no portal virtual mercosuper.digital. A inscrição é gratuita e já está disponível no site.

Fátima afirma que para maximizar resultados é crucial colocar consumidores e shoppers no centro das decisões dos supermercados. “Entender o cliente, as suas necessidades e os novos valores passaram a ser cruciais para o sucesso de um negócio”.

O consumidor assume um papel de protagonista do varejo, que se reinventa e se adapta conforme a necessidade dos seus clientes. Mais do que apenas vender produtos, os supermercados precisam entregar soluções às necessidades de seus clientes, tornando-se pontos de experiências.

Segundo a palestrante, um novo fator de escolha do consumidor que passa a ser mais forte é o alinhamento da marca com os seus valores, com propósitos claros de responsabilidade social e ambiental. Além da escolha do estabelecimento, o cliente possui um processo mental para a escolha de um produto no supermercado. Para facilitar essas escolhas, a loja deve ter uma estratégia de Gerenciamento de Categoria que reflita esta hierarquia (árvore de decisão do cliente).

“A maneira com que as pessoas compram produtos em um supermercado é muito particular. Diferentes shoppers, diferentes necessidades e um processo de escolha específico para as diferentes necessidades”, explica.

Para comprar itens de primeira necessidade, como arroz e feijão, o consumidor costuma levar em conta menos atributos para a escolha do produto e o preço passa a ser um fator decisivo. Já em outras categorias, atributos como tipo, sabores, fragrâncias, marcas e embalagens são levados em conta.

Tudo isso interfere na escolha do mix e na organização dos produtos nas gôndolas, que passam a ser realizadas com o objetivo de criar soluções efetivas para os clientes. “Esta questão de entregar soluções já era importante, mas ganha ainda mais relevância no cenário atual, pois os clientes querem uma compra rápida, prática e resolutiva, ele quer entrar e sair rapidamente e agora com segurança, até pelo medo do contágio”, conclui a especialista.

Mercosuper Digital

Neste ano, a Mercosuper será 100% digital, realizada em uma plataforma desenvolvida para proporcionar uma experiência real aos expositores, congressistas e visitantes, que poderão interagir em um ambiente virtual e totalmente imersivo.

Para ficar o mais semelhante possível com a tradicional Mercosuper física, a versão digital terá um hall de entrada, espaço para credenciamento e um mapa da feira para facilitar a navegabilidade.

Na área dos estandes, a feira irá reunir diversas indústrias e fornecedores de serviços. Para fazer uma visita, basta clicar no estande da empresa. Lá, é possível conhecer os principais lançamentos do mercado e os demais produtos e serviços de cada um. Também é possível agendar reuniões, concretizar negócios e interagir com os representantes, que estarão à disposição dos varejistas visitantes para apresentar as condições especiais trazidas exclusivamente para a feira.

A Mercosuper Digital também terá uma vasta programação de palestras, fóruns e painéis. Um dos maiores diferenciais é que esta programação será ao vivo, o que será essencial para a sensação de imersão e para a interatividade entre os participantes.

O evento acontece nos dias 18 e 19 de novembro no portal virtual mercosuper.digital. As inscrições já estão abertas e são gratuitas.

Como participar

Os interessados em participar da Mercosuper Digital já podem realizar a inscrição no portal virtual mercosuper.digital. A inscrição é gratuita e simples. Caso já tenha participado de alguma edição anterior do evento, o sistema já terá alguns dados do participante, então, basta incluir as informações que faltam. Se for a primeira vez no evento, basta preencher os campos necessários para finalizar a inscrição. Após este processo, o participante deve inserir as informações de acesso ao evento, como login e senha.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top