You are here
Home > Trabalho/Emprego > 10 dicas para conquistar a vaga dos sonhos em 2021

10 dicas para conquistar a vaga dos sonhos em 2021

O novo ano chegou como uma chance de recomeço para muita gente e um dos fatores que mais simbolizam o início de um ciclo é a conquista de uma nova oportunidade profissional. Luana Matos (foto), diretora de Recursos Humanos da Divisão Brasil da Arcos Dorados, maior franquia independente do McDonald’s no mundo e responsável pela operação dos restaurantes da rede em toda a América Latina e Caribe, traz dicas valiosas para quem está em busca da vaga dos sonhos!

A executiva está à frente da gestão de pessoas em uma das maiores empregadoras e formadoras de mão de obra no Brasil, com cerca de 50 mil funcionários. Confira:

1. Defina seu objetivo profissional

“É preciso desenvolver o autoconhecimento para ter clareza sobre o caminho profissional que te trará maior propósito e sentido de realização. Dessa forma, você trabalha com afinco suas competências técnicas e socioemocionais, que dizem respeito à prontidão para lidar com desafios e ter habilidade e empatia no relacionamento com os outros, além de competências de liderança para as posições de gestão”.

2. Adapte sua apresentação ao mercado

“O currículo ainda existe para muitas vagas e deve ser claro, fácil de ler, com todas as realizações relevantes de sua vida profissional sendo descritas de forma concreta, com entregas e resultados. Também deve conter resumo de suas qualificações técnicas e competências socioemocionais, sem exageros, sem erros gramaticais e com todas as informações verdadeiras. O conteúdo do seu CV ou formulários preenchidos em sites de vagas/empresas deve estar conectado com a oportunidade que está buscando, para saltar aos olhos do recrutador e ser captado por programas de computador que geralmente são usados como primeiro filtro. Por isso, leia atentamente a descrição da vaga e veja o que pode ser enfatizado para que a conexão fique ainda mais visível. Contudo, é cada vez mais comum outras formas de apresentação, como vídeos, links para redes sociais e outras plataformas digitais.”

3. Atenção se a entrevista for virtual

“É importante praticar conversas por vídeo. Uma dica é se gravar no celular, por exemplo, para observar sua forma de comunicação, pois como não haverá a interação pessoal, tudo ficará restrito a como você será percebido por vídeo. Seja pontual e teste antes o link para a entrevista virtual, para que tudo funcione bem na hora e não te cause nervosismo desnecessário.”

4. Prepare-se para a entrevista

“É sempre bom ir para a entrevista sabendo ao menos um pouco da história da empresa, conquistas, desafios atuais e seus líderes. Falar com pessoas que trabalham lá, para entender melhor a cultura organizacional, também pode render dicas valiosas. Esteja preparado para narrar sua trajetória profissional na linha da situação, tarefa, ação e resultado (método STAR) e responder as perguntas de forma precisa e segura, com noção de tempo e seguindo o ritmo do entrevistador. Demonstre entusiasmo e vontade genuína de abraçar o novo projeto.

5. Espere a hora certa para questionar o salário

“Dependendo do cargo e empresa, o salário já é claro desde o primeiro momento e não há dúvidas. Em outros casos, pergunta-se qual foi seu último salário e/ou pretensão salarial. Mas, é só no final do processo seletivo que o novo salário é discutido. Portanto, não aborde questões salariais durante a entrevista. Aguarde as dúvidas para quando essa etapa chegar. A oportunidade profissional em si e as possibilidades de crescimento que ela traz são mais importantes neste momento.”

6. Faça perguntas pertinentes

“Geralmente, no final da entrevista há um espaço para perguntas do candidato, que devem estar relacionadas à empresa e às expectativas com relação à posição que estão contratando. Procure evitar muitas perguntas. Faça poucas e boas perguntas, na medida certa.”

7. Evite o drama

“É preciso deixar de lado os conflitos de experiências anteriores que não foram questionados pelo entrevistador e que não têm relevância para a nova função. Fique atento, do ponto de vista mental e emocional, para demonstrar que está nas melhores condições de superar os desafios da vida, evitando trazer para a entrevista questões particulares que não contribuem em nada para o processo seletivo.”

8. Seja sincero

“A sinceridade é muito importante em uma entrevista, inclusive, caso seja perguntado sobre pontos de desenvolvimento ou desligamento de outra empresa que te trouxeram aprendizados. Apenas evite falar qualquer coisa que seja depreciativa sobre outras empresas ou colegas com quem já tenha trabalhado. E se você não tem ainda muita bagagem profissional, demonstre a disposição de quem está começando. As empresas valorizam muito um candidato com boa atitude, alinhado aos seus valores, com mentalidade de crescimento e com perfil inovador e proativo.”

9. Controle o nervosismo

“Até o mais experiente profissional pode ficar nervoso durante uma entrevista, especialmente se for em uma empresa que ele deseja muito trabalhar. Por isso, o melhor é aprender a lidar com essa emoção natural que temos quando nos sentimos pressionados em passar a melhor imagem e nossa experiência em um curto espaço de tempo. Preparar-se mentalmente antes é fundamental: boa noite de sono, boa alimentação, programar-se para evitar atrasos, pesquisar muito sobre a empresa e a oportunidade em questão, trabalhar a respiração antes da entrevista para relaxamento e escutar com calma o entrevistador são pontos valiosos. Lembre-se que você só conseguirá mostrar o melhor de si se estiver calmo.

10. Calma para esperar o feedback da empresa

“É importante ter serenidade para aguardar algumas semanas enquanto o processo estiver em andamento. Fazer contato rápido demais demonstra ansiedade.”

Em resumo, prepare-se, pense positivo e demonstre abertura e entusiasmo para sua nova oportunidade de carreira.

 

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe um comentário

Top