You are here
Home > Trabalho/Emprego > Começou um novo trabalho na pandemia? Dicas para se integrar durante o home office

Começou um novo trabalho na pandemia? Dicas para se integrar durante o home office

Conquistar uma nova colocação em plena pandemia é o que mais de 14 milhões de brasileiros buscam desde que o mercado de trabalho foi duramente afetado pela crise. Para quem conquista a tão sonhada vaga, mais um desafio deve ser ultrapassado: a distância. Isso porque, muitas empresas ainda adotam o home office e, por enquanto, essa é a alternativa mais segura para os colaboradores de diversas áreas. E como fica a integração de um novo colaborador no momento que precisa conhecer sua nova empresa e sua equipe?

“Quem conquistou uma colocação home office em plena pandemia muitas vezes não conheceu a equipe pessoalmente e fez a integração online. É uma adaptação necessária, mas que, pode tornar as relações de trabalho mais distantes”, explica Deise Gomes (foto), gerente executiva de Transição de Carreira da Thomas Case & Associados.

Embora a maioria das empresas tenham se organizado nas recepções online mais eficientes, para muitos o sentimento de estranheza que só se conhece online impacta na rotina de trabalho. Deise Gomes sugere uma reflexão de quais meios podem ser utilizados para me aproximar das pessoas, da cultura, dos objetivos da companhia. “Na maioria das vezes esse sentimento é comum, pois estamos experimentando um ambiente totalmente novo. É normal mesmo em pessoas que começam nas organizações de forma presencial. O tempo trará normalmente maior interação e conforto”, ressalta.

Mas, algumas atitudes podem ajudar a melhorar a sensação de falta de pertencimento e tornar o trabalho à distância mais prazeroso. Confira as dicas:

Mantenha-se aberto e entenda que é uma fase importante

Segundo a especialista, um dos pontos mais importantes para quem está começando em uma nova empresa ou até mesmo em uma posição diferente do que atuava anteriormente, é manter-se aberto às adaptações: “Entender que neste momento o online é a melhor opção para preservar a saúde de todos. Muitos ainda são relutantes ou tem problemas em absorver as ferramentas mais tecnológicas. É comum o sentimento de não pertencer ou de distância, faz falta. Mas o trabalho de conscientização de que é necessário precisa ser constante. Entender que vai passar e chegará o momento em que todos se verão pessoalmente”, enfatiza.

Reserve um tempo de conversa com o time

Reservar períodos livres para conversas com gestores, equipe e pares é fundamental neste período. Cinco minutos de troca de ideias sobre outros assuntos já faz muita diferença. “Entenda como se fosse a pauta para o café comum nos escritórios. Caso contrário podemos nos ver submersos em atividades e nenhum contato ou relacionamento com as pessoas. Isso atrapalha nossa conexão com os objetivos e cultura da empresa”, diz Deise.

Entrou agora? Capriche na apresentação

Ter uma reunião de apresentação bem elaborada é fundamental. Será nesse espaço onde o profissional terá a chance de se apresentar e conhecer brevemente a equipe, por vídeo de preferência. “Mantenha-se aberto e positivo. Mostrar-se pronto para somar e estar junto. Parece clichê muitas vezes, mas neste momento faz ainda mais diferença”, ressalta a profissional.

Construa relações online

Além da apresentação, pedir momento individual com cada pessoa da equipe, ou pelo menos as pessoas chave, para conhecê-las melhor e entender as expectativas é recomendado. “Se mostrar disponível após a apresentação e manter-se atento ao grupo nos aplicativos de mensagens, onde qualquer tema urgente possa ser tratado com rapidez e mostrar-se disponível para a equipe acessar em qualquer momento de dúvidas”.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top