You are here
Home > Consumo > No Dia dos Namorados, preço e experiência de compra estão entre as preferências na compra de presente

No Dia dos Namorados, preço e experiência de compra estão entre as preferências na compra de presente

Diante das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, as vendas por meio dos canais digitais devem responder por um percentual expressivo de todas as compras realizadas neste Dia dos Namorados no Brasil. É o que mostra uma pesquisa recente realizada pela companhia AdColony e divulgada pela Adsmovil, empresa líder em soluções de publicidade digital na América Latina e no mercado hispânico dos Estados Unidos.

Segundo o levantamento, 72% das pessoas ouvidas pretendem fazer compras online para o Dia dos Namorados. O Business Development Manager da Adsmovil no Brasil, João Sarmento, ressalta que entre as alterações nas preferências de compra, 80% afirma que o preço é o principal critério a ser considerado, seguidos pela experiência de  compra (55%), conveniência (40%), segurança (33%) e melhor escolha (25%).

Compras pelo smartphone

Sarmento também aponta que o smartphone foi apontado por 67% dos entrevistados da pesquisa como o instrumento mais utilizado para a aquisição dos itens, seguido por um pouco de cada aparelho tecnológico (celular e computador) (15%), desktop (14%) e tablet (3%). A nível de importância, 52% das pessoas que responderam  acreditam que o celular é muito importante para a realização das compras no Dia dos Namorados. Em contrapartida, outros entrevistados acham pouco importante (28%), normal (10%), não importante (8%) e não tão importante (2%).

“Assim como nas datas comemorativas anteriores na pandemia, o smartphone vem sendo o principal meio para a realização de diversas atividades, incluindo as compras online, devido à facilidade na experiência do usuário. Também, vale ressaltar que as empresas estão realizando ações com cupons de desconto para incentivar o consumo por meio das suas plataformas de vendas”, comenta Sarmento.

“Com a mudança de costume dos brasileiros, as companhias devem entender e investir cada vez mais no meio digital, para adaptar-se ao público que tenha essa experiência. Outro ponto importante é a comunicação, ou seja, a forma que será transmitida a mensagem para persuadir o consumidor final para acessar o aplicativo”, explica o executivo.

Anúncios atraem os consumidores

O levantamento mostra, ainda, que, entre as razões apontadas pelos entrevistados que pretendem fazer compras para o seu parceiro, 69% são persuadidos por anúncios para celular; 42% por visualizações online; 32% por informações completas; 24% por imagem da marca e 21% pela facilidade de utilizar o aplicativo para celular.

Entre os persuadidos por anúncios no celular, 85% compraram presentes para outras pessoas através dos seus celulares por acesso direto nas propagandas. Além disso, o tempo é algo importante neste hábito, pois 75% afirma que comprar um produto online ou offline depois de alguns dias de ver um anúncio no celular; 15% no dia seguinte; 6% depois de um mês e 4% depois de uma semana.

Preferência na experiência de compra

A pesquisa indica, também, que 42% dos respondentes preferem realizar o pedido de forma online e retirar o presente para o Dia dos Namorados na loja física. Já 30% afirmam que ambas experiências devem ser realizadas por meio online e 28% tem preferência de realizar ambos processos na loja física. Considerando os que preferem a experiência virtual, 65% realizam via aplicativo, 21% via navegador do celular e 14% não tem preferência.

Entre os entrevistados no levantamento, 55% são mulheres e 45% homens. Já sobre a faixa etária, 37% dos ouvidos têm entre 16 e 24 anos; 28%, entre 25 e 34; 10%, entre 35 e 44; 15%, entre 45 e 54; e 10% mais de 55 anos.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top