You are here
Home > Finanças > TIM recupera receita no segundo trimestre

TIM recupera receita no segundo trimestre

TIMOs principais indicadores financeiros do segundo trimestre demonstram a melhora na performance da TIM Brasil, com a redução nas perdas da receita de serviços e expansão da margem EBITDA. O uso de dados encerrou o período correspondendo a 45% da receita líquida de serviços móveis, com crescimento de 19,1% das receitas inovativas(1) se comparado ao mesmo período de 2015. O forte investimento em infraestrutura permitiu à companhia ampliar e manter a liderança no 4G, alcançando 579 cidades e 64% da população urbana, garantindo mais qualidade e melhor experiência de uso para o cliente. Hoje, aproximadamente 30% dos usuários de dados utilizam 4G.

Sustentada por um Plano de Eficiência que ‘abrange todas as atividades da companhia e diante de um cenário macroeconômico desafiador, a TIM otimizou recursos, registrando queda de 15% no custo normalizado(2), além de atingir 31,5% da margem EBITDA(2) normalizada, com melhoria de 2 p.p. em comparação com o segundo trimestre de 2015.

Para acelerar a trajetória de recuperação dos resultados e reduzir o nível de exposição às pressões do ambiente macroeconômico e competitivo, a TIM Brasil revisou o Plano Industrial 2016-2018 anunciado no início deste ano e projeta uma redução acumulada, em termos de “cash costs”, de R$ 4,5 bilhões no período, chegando a uma redução anual no fim de 2018 de R$ 1,6 bilhão.

“Em um ambiente macroeconômico ainda desafiador, os resultados do segundo trimestre trazem uma importante retomada dos principais indicadores, em particular quanto à recuperação da receita – impulsionada por dados e adições liquidas, à redução de custos e à margem EBITDA. Nesse contexto, revisamos o nosso plano industrial e estipulamos uma nova meta de eficiência que acumulará R$ 4,5 bilhões de economia em “cash costs” até 2018 em relação ao antigo plano e que resultará no uso racional e rigoroso de recursos para continuar investindo nas premissas do crescimento. Acreditamos nas perspectivas do mercado brasileiro e no grande potencial do país”, Stefano De Angelis, CEO da TIM Brasil

Os contínuos investimentos em infraestrutura e a demanda do consumidor por conectividade explicam o crescimento exponencial da rede e do consumo de dados. Os resultados mais expressivos vêm com a ampliação da cobertura 4G. Nos últimos 12 meses, foi registrado um crescimento de mais de 200% no número de clientes que utilizam a rede 4G. Atualmente aproximadamente 30% dos usuários de dados utilizam 4G. A cobertura 3G também segue em expansão, com acréscimo de 103 cidades no 2T16, totalizando 83% da população urbana atendida.

O significativo aporte da companhia em rede também deu condições para que a TIM continue atuando como protagonista do setor em soluções tecnológicas inovadoras, proporcionando melhor experiência para seu usuário. Nesse contexto, e em concomitância aos grandes eventos esportivos que acontecerão no Rio de Janeiro nos próximos dias, a TIM irá oferecer aos clientes a adoção do serviço de conexão móvel de alta velocidade agregando faixas de frequências distintas (2600 MHz e 1800 MHz), reforços de sites, aposta em small cells e biosites, além de experimentações voLTE e Wi-Fi Calling.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top