You are here
Home > Tecnologia > Startups globais deram o tom da inovação na NRF Retail’s Big Show 2018

Startups globais deram o tom da inovação na NRF Retail’s Big Show 2018

“Como conquistar novos mercados e consumidores, alavancar resultados e melhorar a performance do negócio? Qual a melhor estratégia a adotar para os próximos anos a fim de aprimorar o varejo?” As perguntas que fazem parte do dia a dia de milhares de varejistas no Brasil – sejam eles de pequeno, médio ou grande porte – estão entre os pilares que movem o maior evento de varejo do mundo: a NRF Retail’s Big Show, realizada anualmente nos Estados Unidos. Em sua 107ª edição, o evento aconteceu em janeiro em Nova York e mais uma vez focou na tecnologia.

Cerca de 37 mil visitantes de 107 países, representantes de 7500 empresas passaram pelo evento este ano e puderam entrar em contato com o trabalho de 700 expositores do mundo todo em espaços exclusivos que permitiram explorar um organizado ecossistema de palestras, conferências, debates e podcasts. Especialista em varejo e responsável pelo laboratório de startups do OasisLab (primeiro centro de inovação especializado em varejo do Brasil), Fabíola Paes participou do evento e destacou 50 startups globais que, por meio da inovação tecnológica, estão revolucionando a forma de comprar e vender. do

Estas empresas, focadas na experiência do consumidor com ênfase nas integrações multicanal – on e off-line – estiveram entre os assuntos mais debatidos na feira. “A redução do atrito entre canais e sua maior fluidez para um varejo mais híbrido, somado às variadas tecnologias, foi pauta de grande relevância durante os três dias do encontro.

No NRF Startup Meetup realizado durante a NRF Retail’s Big Show, por exemplo, 21 startups apresentaram suas ideias com base em temas como inteligência artificial, branding experience e omnichannel”, completa.
Startups com alto impacto em inovação e tecnologia

Reconhecidas por serem grandes propulsoras e potencializadoras de novas tendências no mercado varejista, as startups estão mudando a forma como as empresas se relacionam com seus públicos. Essas modificações são muito rápidas e fazem parte do DNA das startups que focam inovação e tecnologia e tem uma capacidade de adaptação e reinvenção muito mais rápida do que as antigas corporações.

O estudo desenvolvido por Fabíola, que pode ser conferido abaixo, foi organizado em forma de mandala, onde as startups globais que se destacaram em soluções e propostas inovadoras foram classificadas de acordo com as principais macrotendências e eixos de inovação que norteiam suas funcionalidades. Sua realização – uma parceria do OasisLab com a Neomode, e apoio acadêmico do Núcleo de Varejo Retail Lab da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), no qual Fabíola leciona e coordena alguns projetos – tem por objetivo difundir o conhecimento e ressaltar a importância destas práticas inovadoras para o segmento varejista.

A mandala conta com 10 macrotendências e organiza as startups e seus projetos dentro de um cenário que fala de operação, inteligência artificial, logística, engajamento com consumidor, tecnologia 3D, online, IoT (a internet das coisas), pagamento, realidade aumentada/realidade virtual, e omnichannel. O trabalho relaciona produto, serviço e resultados, indicando fornecedores mundiais.

Um dos principais apoiadores desse projeto e também fundador do OasisLab, Hélio Biagi observa que “o estudo é inédito e tem por objetivo destacar startups provedoras de soluções tecnológicas dentro de um cenário global, visando motivar os varejistas a explorarem cada vez mais este ecossistema como ferramenta na busca dos seus objetivos de inovação e resultados”.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top