You are here
Home > Negócios > Em apenas uma semana, Positivo compra seis novas unidades de ensino

Em apenas uma semana, Positivo compra seis novas unidades de ensino

O Grupo Positivo concretizou, nesta semana, três novas aquisições, envolvendo um total de seis unidades de ensino no Paraná: duas em Curitiba, duas em Foz do Iguaçu e duas em Cascavel. Na quarta-feira (9), foi anunciada a aquisição de duas unidades do Colégio Semeador, em Foz. Na quinta-feira (10), foi a vez de duas sedes da escola bilíngue Passo Certo, em Cascavel. Ambas escolas são instituições tradicionais e reconhecidas pela qualidade de ensino na região Oeste do Paraná, o que está alinhado à estratégia do Positivo de buscar aquisições e parcerias com escolas de diferentes localidades e que tenham alto padrão de qualidade.

Segundo o presidente da Positivo Educacional, Lucas Guimarães, o foco das aquisições é regional, porém a estratégia engloba diferentes regiões do país. “Neste momento, priorizamos por escolas de alto padrão no Paraná, no entanto, estamos olhando ativamente escolas em outras regiões, devendo fazer novas aquisições nos próximos 12 meses. Para isso, temos o planejamento de investir R$ 200 milhões”, revela.

Nesta sexta-feira (11), a aquisição em Curitiba se deu por meio do leilão público de duas unidades do Colégio Expoente, o qual o Positivo venceu com o lance de R$ 58,3 milhões. Para o diretor das escolas do Grupo Positivo, Celso Hartmann, os próximos passos da administração são focar na integração dos colaboradores ao Grupo Positivo e estreitar a comunicação com pais e alunos. Ainda segundo o diretor, todas as transições serão feitas com zelo e prudência, acolhendo as comunidades docente e discente das instituições.

As aquisições desta semana fazem parte da estratégia de expansão do Positivo em território nacional, que teve início em 2016, quando o Grupo assumiu a administração de duas unidades em Joinville (SC). Em 2017, o Positivo agregou às suas unidades uma sede em Londrina (PR) e, em 2018, três unidades em Ponta Grossa (PR). Com as aquisições, o Positivo passa a contar com 21 unidades de ensino, em seis cidades, que atendem, juntas, mais de 20 mil alunos desde a Educação Infantil ao Ensino Pré-Vestibular.

Ainda conforme Hartmann, as aquisições têm sempre como prioridade o respeito à cultura, às práticas e à gestão das instituições. “Como visamos sempre escolas de alto nível e padrão de qualidade, o nosso primeiro olhar é sempre o de somar experiências e trocar conhecimentos. Assim, acreditamos que todos ganham em qualidade de ensino-aprendizagem e gestão”.

Histórico

O Positivo nasceu em 1972, a partir da ideia um grupo de professores visionários que criaram um curso pré-vestibular inovador. Hoje, a marca Positivo consolidou sua liderança em todas as áreas em que atua (Ensino, Soluções Educacionais, Cultura, Tecnologia e Gráfica), graças à qualidade de seus serviços e produtos. Na área de Ensino, o Grupo atua desde a Educação Infantil até o Ensino Superior – Graduação (Bacharelados, Licenciaturas e Cursos Superiores de Tecnologia), Especialização, Mestrado e Doutorado, contando com aproximadamente 52 mil alunos em escolas próprias.

Mais de 1 milhão de alunos utilizam os sistemas de ensino do Positivo, em escolas públicas e particulares, no Brasil e no Japão. Escolas de mais de 40 países utilizam soluções desenvolvidas pela divisão de Tecnologia Educacional da Positivo Tecnologia. A Posigraf, uma das maiores gráficas da América Latina, imprime e distribui mais de 50 milhões de livros por ano.

Na área cultural, conta com cinco espaços destinados a eventos e exposições (Expo Barigui, Teatro Positivo – Pequeno Auditório, Teatro Positivo – Grande Auditório, Expo Unimed Curitiba e Estação Eventos). O Grupo Positivo conta ainda com o Instituto Positivo, que tem foco em Investimento Social por meio de ações voltadas para a melhoria da educação pública e, atualmente, beneficia 32 mil alunos da rede pública de ensino.

Avatar
Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top