You are here
Home > Finanças > Avaliações de imóveis para venda e locação aumentam mais de 50% em 30 dias

Avaliações de imóveis para venda e locação aumentam mais de 50% em 30 dias

A quantidade de avaliações imobiliárias para precificação dos imóveis para venda ou locação teve alta de 57% em abril, em relação a março, segundo dados da plataforma online Avalion, totalizando mais de 15 acessos diários. Segundo o CEO da startup, Paulo Roberto de Oliveira, o volume de acessos à ferramenta para elaboração de análises mercadológicas e de laudos de avaliação quase triplicou no período.

Para Oliveira, o redirecionamento dos corretores de imóveis para o trabalho home office pelas imobiliárias – respeitando o isolamento domiciliar da quarenta, especialmente para os profissionais do grupo de risco – fez com que os profissionais buscassem ferramentas para manter a atividade de compra e venda de imóveis, mesmo que de forma remota. “Com a severa restrição de pessoas nas ruas a fim de evitar aglomerações e a propagação do vírus, a tecnologia é uma alternativa para que esse profissional se mantenha ativo e produtivo”, argumenta.

Motivos

As proibições por alguns síndicos e administradoras de condomínio quanto ao acesso e circulação de pessoas externas no condomínio e o receio dos próprios proprietários quanto à visita aos imóveis ocupados também contribuíram para o maior acesso à plataforma online de avaliação imobiliária, segundo Oliveira.

“Diante desse cenário, os profissionais que captam imóveis para locação ou venda precisaram automatizar suas atividades para elaborar seus laudos de avaliação, em substituição ao modo presencial. A quantidade de dados fornecidos e a celeridade na realização do serviço online permitem que o corretor de imóveis consiga atender mais proprietários, preservando a qualidade e, assim, manter ou aumentar seu rendimento mensal”, analisa o CEO do Avalion.

Curitiba e São Paulo se destacam

Com medidas de isolamento mais rigorosas e uma oferta mais numerosa e dispersa, os grandes centros urbanos – como Curitiba e São Paulo – foram as cidades brasileiras com o maior número de acessos à plataforma em abril, segundo relatório do Avalion. O município de Balneário Camboriú, no litoral catarinense, também se destacou em número de acessos para elaboração de laudos de avaliação imobiliária.

O CEO do Avalion explica que a ferramenta é um facilitador para a realização da pesquisa de avaliação imobiliária, possibilitando a geração de laudos completos e personalizados em minutos. “O corretor pode encontrar o melhor imóvel para o cliente, preparar suas angariações, entender o comportamento de preço do mercado e conhecer a fundo tudo que está disponível para venda e locação em sua região de interesse”, cita.

Acesso gratuito para corretores

Para contribuir com a manutenção da atividade laboral dos corretores de imóveis nesse momento de isolamento, preservando a saúde dos profissionais, a startup de avaliação imobiliária liberou o acesso gratuito aos profissionais por um período de 15 dias.

Para Oliveira, a pandemia acelerou o processo de virtualização do mercado imobiliário, o que considera “um caminho sem volta”. “Novas experiências, até mesmo as indesejadas, redefinem comportamentos e atividades, mudando a percepção e transformando os critérios e as escolhas. Solidarizando-se com a sociedade, essa é a chance para o mercado imobiliário ‘mergulhar’ no mundo digital, tornando-se menos burocrático e mais acessível em todas as suas etapas”, opina.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe um comentário

Top