You are here
Home > Negócios > Com foco na gestão de eventos corporativos digitais, startup prevê crescer mais de 150% em 2021

Com foco na gestão de eventos corporativos digitais, startup prevê crescer mais de 150% em 2021

Um dos setores mais afetados pela pandemia, o mercado de eventos vem passando por um longo processo de transformação desde o início do ano passado. Com a paralisação dos eventos presenciais, hoje a grande maioria das empresas investem no ambiente virtual para continuar realizando suas convenções, treinamentos, workshops, reuniões, lançamentos de produtos, entre outros..

Visando atender essa nova demanda, a Evnts – startup que usa tecnologia para realização e gestão de eventos corporativos online de ponta a ponta – também teve que se reinventar e, em pouco tempo, desenvolveu uma plataforma capaz de cumprir com as necessidades das grandes companhias. Desde então, a startup – que lançou a solução em maio passado – conseguiu obter um faturamento superior a R$ 4 milhões em 2020 e estima um crescimento acima de 150% neste ano.

Diferenciação

Alexandre Rodrigues.

Concebida para trazer maior engajamento e resultados às empresas contratantes, a Evnts se diferencia no mercado por disponibilizar dashboards completos, customizáveis e integrados dos eventos, além de hotsites, salas simultâneas, chats com possibilidade de moderação, pesquisas de satisfação, certificados aos participantes, entre outros pontos. “Nossas soluções foram pensadas para trazer ganho de produtividade e otimização do tempo gasto na execução e gestão dos eventos”, afirma o CEO da Evnts, Alexandre Rodrigues.

Com um portfólio de clientes de grande porte recorrentes, principalmente players da área de educação, setor bancário e indústria farmacêutica, hoje mais de 300 eventos acontecem por meio da plataforma mensalmente. A expectativa é fechar o ano com mais de 6.000 eventos realizados.

Para sustentar esse crescimento, a Evnts planeja saltar de 25 para mais de 50 colaboradores até o final de 2021, investindo principalmente na contratação de profissionais de tecnologia, em gestão de projetos em eventos, da área comercial, entre outras áreas. Avaliada acima de R$ 50 milhões, a startup atualmente opera em breakeven e possui entre seus investidores a Bossa Nova Investimentos, Yuri Gitahy e Flytour Innovation.

Migração do modelo de negócio para o ambiente digital

Fundada em 2015, a Evnts sempre foi uma startup especializada em soluções de tecnologia para eventos. Inicialmente, por meio de uma plataforma de hotéis, a empresa alcançou um market share de 80% entre os maiores eventos do Brasil. Em 2019, lançou um marketplace voltado ao mercado corporativo com o objetivo de permitir às grandes empresas uma gestão completa e de ponta a ponta na organização dos eventos.

“Antes da Covid-19, essa solução para gestão de eventos estava escalando rapidamente. Já tínhamos como clientes algumas das maiores empresas do País. Porém, com a chegada da pandemia, nossos contratos naturalmente foram suspensos e tivemos que nos reinventar, chegando ao estágio atual da Evnts”, relata Rodrigues.

O CEO da Evnts explica ainda que o processo de criação do novo modelo de negócio foi executado a partir de insights com gestores da área de marketing e eventos de algumas das principais companhias no Brasil. “Com o início da pandemia, notamos que boa parte dos clientes iriam para o ambiente digital. Resolvemos ir atrás deles para entender como poderíamos ajudá-los nesse desafio. Decidimos lançar a nossa plataforma de eventos digitais, após conversar com cerca de 30 líderes dessas empresas e entender o que eles necessitavam em termos de tecnologia para viabilizar seus eventos de forma online”, conclui.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe uma resposta

Top