You are here
Home > Finanças > Cinco motivos para apostar no planejamento financeiro empresarial

Cinco motivos para apostar no planejamento financeiro empresarial

O número de empresas no mercado brasileiro aumenta todos os anos: atualmente existem mais de 18 milhões de negócios ativos no Brasil, de acordo com a pesquisa divulgada pelo Ministério da Economia. Por outro lado, muitas dessas empresas não conhecem ou não fazem o uso do planejamento financeiro. Segundo o levantamento feito pela consultoria Falconi, apenas 10% declararam ter uma estratégia bem definida para os próximos três a cinco anos, com visão, missão, objetivos e metas definidas para o desenvolvimento do negócio.

Por isso a Slice, techfin que funciona como motor para gestão do fluxo do dinheiro em médias e grandes empresas, explica a importância do planejamento e do uso das ferramentas para sua execução.

“O planejamento financeiro empresarial é uma ferramenta de estratégia e análise que precisa ser utilizada para guiar a empresa na direção de seus objetivos e metas. Afinal, ter estratégias bem definidas de negócios, aliadas a um bom investimento para colocá-las em prática é fundamental. Hoje, tecnologias sofisticadas de fluxo e gestão financeira são essenciais para aumentar a eficiência. A automação de processos, empodera o papel consultivo do tomador de decisões, que consegue definir planos estratégicos mais assertivos para nortear os rumos que as organizações devem tomar”, comenta o executivo Sérgio Irigoyen, co-fundador da Slice.

Com projeções, dados financeiros, objetivos do negócio e os investimentos que pretende realizada em cada área da empresa, o planejamento financeiro empresarial ajuda o empreendedor a construir um negócio bem sucedido, onde será possível ditar como a empresa será conduzida hoje, amanhã, no próximo mês, semestre e ano. Embora você não possa garantir que tudo, correrá exatamente como planejado, este exercício o prepara para o que está por vir. Pensando em auxiliar os empreendedores, a Slice listou as cinco vantagens de elaborar um planejamento financeiro empresarial.

Ajuda a organizar o orçamento 

Com essa ferramenta é possível dividir o orçamento para cada setor, dedicando valores que refletem a importância de cada um. Além de organizar o fluxo de dinheiro, o orçamento bem definido também ajuda os setores a definirem as restrições orçamentárias. Assim, além de facilitar o monitoramento dos orçamentos, é mais simples controlar gastos e investimentos.

Prevê o cenário financeiro da empresa 

Com uma atenta gestão de custos, o empreendedor fica por dentro das entradas e saídas de capital da empresa. Assim, é possível otimizar o controle do fluxo de caixa e organizar os registros financeiros. Tudo isso serve de insumo para melhorar a previsibilidade financeira da empresa – até mesmo criando simulações, entendendo como a organização passará por situações de crise, alta ou baixa demanda.

Identificar os desperdícios 

Com a tamanha clareza e profundidade de análise, também é possível que o empresário ajeite a casa. Ou seja, o simples fato de criar e gerenciar um planejamento financeiro dá o poder suficiente para identificar os desperdícios que prejudicam o caixa.

Auxilia na elaboração de planos de ação 

Da mesma forma que o planejamento financeiro permite que o empreendedor olhe com uma lupa para os desperdícios de dinheiro, também proporciona uma visão ampla da estrutura da empresa. Ou seja, quais os processos mais e menos relevantes – em relação aos objetivos do negócio. Com essas informações como insumo, é possível criar planos de ação mais rápido e eficiente.

Ajuda a identificar o momento de solicitar crédito 

Contar com o crédito para empresas é uma dúvida que muitas companhias têm, afinal, qual é o melhor momento para utilizar esse meio? A partir do estudo de planejamento financeiro a empresa consegue ter uma visão muito mais abrangente e pode solicitar o crédito tanto para suprir uma necessidade, gastos a mais não esperados como também investir em inovação.

Mirian Gasparin
Mirian Gasparin, natural de Curitiba, é formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná e pós-graduada em Finanças Corporativas pela Universidade Federal do Paraná. Profissional com experiência de 44 anos na área de jornalismo, sendo 42 somente na área econômica, com trabalhos pela Rádio Cultura de Curitiba, Jornal Indústria & Comércio e Jornal Gazeta do Povo. Também foi assessora de imprensa das Secretarias de Estado da Fazenda, da Indústria, Comércio e Desenvolvimento Econômico e da Comunicação Social. Desde abril de 2006 é colunista de Negócios da Rádio BandNews Curitiba e escreveu para a revista Soluções do Sebrae/PR. Também é professora titular nos cursos de Jornalismo e Ciências Contábeis da Universidade Tuiuti do Paraná. Ministra cursos para empresários e executivos de empresas paranaenses, de São Paulo e Rio de Janeiro sobre Comunicação e Língua Portuguesa e faz palestras sobre Investimentos. Em julho de 2007 veio um novo desafio profissional, com o blog de Economia no Portal Jornale. Em abril de 2013 passou a ter um blog de Economia no portal Jornal e Notícias. E a partir de maio de 2014, quando completou 40 anos de jornalismo, lançou seu blog independente. Nestes 11 anos de blog, mais de 20 mil matérias foram postadas. Ao longo de sua carreira recebeu 18 prêmios, com destaque para Prêmio Fecomércio de Jornalismo (1º lugar Internet em 2017 e 2016);Prêmio Sistema Fiep de Jornalismo (1º lugar Internet – 2014 e 3º lugar Internet – 2015); Melhor Jornalista de Economia do Paraná concedido pelo Conselho Regional de Economia do Paraná (agosto de 2010); Prêmio Associação Comercial do Paraná de Jornalismo de Economia (outubro de 2010), Destaque do Jornalismo Econômico do Paraná -Shopping Novo Batel (março de 2011). Em dezembro de 2009 ganhou o prêmio Destaque em Radiodifusão nos Melhores do Ano do jornal Diário Popular. Demais prêmios: Prêmio Ceag de Jornalismo, Centro de Apoio à Pequena e Média Empresa do Paraná, atual Sebrae (1987), Prêmio Cidade de Curitiba na categoria Jornalismo Econômico da Câmara Municipal de Curitiba (1990), Prêmio Qualidade Paraná, da International, Exporters Services (1991), Prêmio Abril de Jornalismo, Editora Abril (1992), Prêmio destaque de Jornalismo Econômico, Fiat Allis (1993), Prêmio Mercosul e o Paraná, Federação das Indústrias do Estado do Paraná (1995), As mulheres pioneiras no jornalismo do Paraná, Conselho Estadual da Mulher do Paraná (1996), Mulher de Destaque, Câmara Municipal de Curitiba (1999), Reconhecimento profissional, Sindicato dos Engenheiros do Estado do Paraná (2005), Reconhecimento profissional, Rotary Club de Curitiba Gralha Azul (2005). Faz parte da publicação “Jornalistas Brasileiros – Quem é quem no Jornalismo de Economia”, livro organizado por Eduardo Ribeiro e Engel Paschoal que traz os maiores nomes do Jornalismo Econômico brasileiro.
https://www.miriangasparin.com.br

Deixe um comentário

Top